Moradores de Fortaleza (CE) evitam dar informações sobre agressão e morte de capivara

Os autores do crime podem ser denunciados por meio do número 190, sem ser necessário se identificar para fazer a denúncia.

761
Capivara foi agredida antes de ser morta (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)
Capivara foi agredida antes de ser morta (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

A morte de uma capivara no último fim de semana, no bairro Vila Velha, em Fortaleza, segue sem solução. O crime ambiental que revoltou a população pela crueldade com que foi praticado ganhou grande repercussão nas redes sociais.

Apesar das investigações continuarem, os autores do crime ainda não foram identificados. “A população se nega a dar qualquer informação sobre o fato”, conta o coordenador da Sociedade Protetora Ambiental, Márcio Sousa.

No vídeo que registra o momento do crime, é possível ouvir frases como “Vai ter assado de panela” e “Ela já tá baqueada”. Nas imagens, o animal recebe tapas e é arrastado por cordas. O coordenador desaprova a atitude da população. “São cenas muito violentas. É lamentável o ser humano praticar um ato de tanta crueldade com o animal”, relata Márcio.

Os autores do crime podem ser denunciados por meio do número 190, sem ser necessário se identificar para fazer a denúncia. A pena pode ser de três meses mais multa. Nesses casos, quando um animal silvestre aparecer o procedimento correto é ligar para a Sociedade Protetora dos Animais através do telefone: (85) 9 8833-0283.

Fonte: Tribuna do Ceará

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.