Moradores do Pontal do Peba (AL) denunciam morte de tartarugas

282
Moradores do Pontal do Peba (AL) denunciam morte de tartarugas
Foto: Cortesia ao Já é Notícia

Moradores e frequentadores da praia do Peba, no município de Piaçabuçu, no Litoral Sul do Estado denunciam que tem aumentado o número de tartarugas encontradas mortas na faixa de areia. O caso chamou a atenção de nativos, principalmente, quando um morador contabilizou o aparecimento de 11 animais mortos.

Sem saber qual órgão procurar, os moradores procuraram a imprensa para dar publicidade ao fato e tentar descobrir se há algum fator externo influenciando na morte dos animais, a exemplo da circulação indiscriminada de veículos em locais de desova.

Em entrevista ao Alagoas24horas, o biólogo Bruno Stefanis, do Instituto Biota de Conservação, acredita que o caso do Pontal do Peba é de “interação com a pesca”. A área citada é propícia à pesca do camarão e como há alimento no local, é fácil atrair diversas espécies. Nesse caso, tartarugas podem ser pescadas acidentalmente e acabam morrendo.

Segundo Bruno, o maior problema é falta de informação. As tartarugas quando desmaiadas conseguem ficar cerca de três horas em apneia. No entanto, para muitos pescadores o animal já está morto. “Quando ele vê a tartaruga presa à sua rede ele pensa que ela está morta. Então, ou esquarteja o animal para não danificar a rede, ou tira o animal e joga na água, causando seu afogamento”, explicou o biólogo.

Para ele, a implantação de políticas públicas simples poderia evitar a morte de tantos animais. “Se os pescadores da região tivessem acesso à informação sobre primeiros socorros, os casos de morte de tartarugas seriam reduzidos. Então a gente pede as comunidades que enviem denúncias para o nosso aplicativo e assim poderemos cobrar respostas dos órgãos competentes”, acrescentou.

Por Danielle Silva

Fonte: Alagoas 24 Horas 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.