Cavalo foi abandonado com a patinha machucada, em Anápolis (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

Moradores se unem para ‘salvar’ cavalo abandonado com pata machucada em rua de Anápolis, GO

Moradores de Anápolis, cidade que fica a 55 km de Goiânia, se unem para tentar salvar um cavalo, abandonado em um lote vago com um ferimento na pata traseira direita. Eles afirmam que buscaram ajuda de diferentes órgãos do poder público, mas não encontraram uma solução para salvar a vida do bicho.

VÍDEO: Moradores se unem para salvar cavalo abandonado com pata machucada em rua de Anápolis

Segundo a dona de casa Fátima Franca, nenhuma autoridade deu retorno ao pedido feito pela população, que teme que o cavalo perca a vida. “Ele está aí sofrendo. Nós já tomamos providência, ligamos para o Corpo de Bombeiros, eles disseram que não podem fazer nada. O povo da Postura não vem também. Ninguém toma providência de nada.

“Eu até chorei de dó do bichinho, porque ele está sofrendo. A perninha dele, ele fica balançando ela e até lambendo. Cadê a proteção dos animais, cadê aquele povo que cuida? Não tem”, desabafou.

A Prefeitura de Anápolis informou à TV Anhanguera que o cavalo, assim como outros que estão na mesma situação, nas ruas da cidade, será levado para uma área do município destinada ao abrigo e cuidados de animais de grande porte.

O animal foi deixado há dois dias em um lote vago do Bairro Jamil Miguel, em Anápolis. O ferimento na patinha se assemelha a uma fratura exposta, mas os moradores não sabem que tratamento adotar para salvar o cavalo.

Campanha frustrada

O advogado Lucas Carlos e a estudante Mariana Rocha contam que chegaram a fazer uma campanha nas redes sociais, para tentar encontrar alguém que pudesse cuidar do machucado do cavalo, mas nenhum voluntário apareceu.

“A gente já fez uma mídia nas redes sociais, e ninguém se propôs, ninguém entrou em contato com a gente para ajudar. Espero que algum órgão responsável por este setor, tome alguma iniciativa, alguma faculdade de Veterinária”, afirmou Lucas.

Por Murillo Velasco, G1 GO

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *