Frederico morreu internado no veterinário

Morre cão que teria sido estuprado por ladrões em Balneário Camboriú, SC

Um yorkshire de 14 anos foi estuprado por dois ladrões em Balneário Camboriú, SC. A denúncia foi feita pela ong Fada Amparo Animais de Rua (FAAR).

O crime foi registrado no dia 30 de março. Frederico já era idoso e tinha quatro quilos. Ele foi levado num furto a casa de uma senhora, na marginal da BR-101.

As imagens das câmeras de segurança mostram a dupla saindo da casa com o cão. Um deles leva uma bolsa e o cachorro. O outro, carrega uma televisão. Eles colocaram os objetos e o animal dentro de um carro branco e fogem.

A tutora do animal pediu ajuda de Anete Bittencourt, da FAAR, pra encontrar o cão. O animal apareceu dias depois em Tijucas, bastante machucado porque foi violentado pelos ladrões.

O cabeleireiro que achou o Frederico, o levou pro veterinário e avisou Anete. “Peço orações para Frederico, ele esta muito mal; suspeita de ter sido violentado e está muito machucado. Estou muito triste e com muito ódio destes marginais. Que tristeza tão pequeno e velhinho sofrer este abuso”, comentou no Face.

Na semana passada, Frederico não resistiu aos ferimentos e morreu. Os donos registraram ua polícia e Anete pede justiça. Ela quer que os suspeitos respondam por maus tratos a animais.

Os ladrões ainda não foram identificados, mas Anete diz que não vai descansar até chegar nos malvados.

Por Franciele

Fonte: Diarinho


Nota do Olhar Animal: A zoofilia é um tipo de exploração animal que causa danos aos bichos e que muitas vezes os leva à morte. Lamentavelmente, este tipo de crime de maus-tratos é subnotificado no Brasil e até mesmo protetores de animais se omitem na divulgação e enfrentamento da questão por motivos moralistas, prejudicando assim os animais. A despeito dos maus-tratos aos animais já serem um crime previsto na legislação brasileira, há um projeto de lei de 2015 tramitando no Câmara Federal que especifica a zoofilia como tal.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.