Crocodilos foram mortos pelos participantes do programa Foto: Reprodução de 'The Island with Bear Grylls' (2017) / Channel 4

Morte de animais em programa de TV causa polêmica entre apresentadores

Um programa de televisão causou controvérsia no Reino Unido ao televisionar a morte de animais e dois grandes apresentadores do país foram arrastados para o centro da polêmica.

Participante de reality da MTV fala sobre ameaças de morte que recebeu
No programa The Island with Bear Grylls, exibido no final de 2017, celebridades apareceram matando perus, porcos e crocodilos. A Peta (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais, em português) condenou as cenas.

O naturalista David Attenborough, nome mais influente de programas de conservação animal da Inglaterra, também se posicionou. Ele acusou Bear Grylls, apresentador do programa onde ocorreram as cenas, de “exibir a morte de animais apenas pelo entretenimento”.

“Grylls terá de responder pelos seus atos”, disse David ao jornal The Sun. Ele ainda afirmou que em toda a sua carreira (ele possui, atualmente, 91 anos) nunca televisionou a morte de animais.

Bear é conhecido por seus programas nos quais sobrevive na natureza selvagem em situações adversas. Ele não respondeu aos comentários de David.

David Attenborough e Bear Grylls Foto: Suzanne Plunkett / Reuters | Jonathan Alcorn / Reuters
David Attenborough e Bear Grylls Foto: Suzanne Plunkett / Reuters | Jonathan Alcorn / Reuters

Fonte: Estadão

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.