Mulher mata leão da montanha para tirar item da sua 'lista de desejos' e publica fotos de comemoração

Mulher mata leão da montanha para tirar item da sua ‘lista de desejos’ e publica fotos de comemoração

Troféu de caça prejudica toda a população de espécies e coloca em perigo todos os animais. Em 2016, estimou-se que em um período de 10 anos, 3.414 leões da montanha foram mortos por caçadores de troféus no Colorado. Leões da montanha já são uma espécie ameaçada, e em dezembro, uma mulher chamada Franchesca Esplin aderiu ao número ridiculamente alto de leões da montanha mortos por caçadores no Colorado.

Esplin publicou com orgulho nas mídias sobre sua matança, dizendo que ela estava no topo de sua lista de desejos. Ela publicou fotos sangrentas segurando o animal morto, e ainda fez comparações físicas entre ela mesma e o felino. Mas estamos certos de que ela não gostaria de ser caçada e morta como fez com o leão da montanha. Sem mencionar que nunca seria legal para alguém fazer isso com ela.

“Eu não consigo esquecer o quão incrivelmente bonitos estes animais são. Eu amei o comportamento dos meus felinos. Ele é na verdade eu na forma de gato, e mais, ele é baixo e robusto como eu. Ele pesava cerca de 253 kg”. – Matadora de leões do Colorado. – Foto: Franchesca Esplin / Prairie Protection Colorado

No entanto, matar o leão da montanha não foi suficiente. Esplin passou a se gabar sobre isso nas mídias sociais, ao proclamar seu orgulho e felicidade pelo que ela fez. Ela também publicou um vídeo da caçada online, o qual mostra o leão da montanha subindo uma árvore para procurar refúgio depois de ser perseguido por cães, e Esplin atira nele com muita alegria. É uma imagem chocante para qualquer um que entenda que assassinato não é um esporte.

Foto: Facebook Franchesca Esplin / Prairie Protection Colorado

Não podemos compreender por que matar um animal é alguma coisa que estaria no topo da lista de desejos de alguém, ou na lista como um todo. Com certeza não estamos sozinhos nisto; ativistas dos animais estão merecidamente irritados com Esplin, ainda mais pelo ao fato de que tal coisa é permitida. Matar leões da montanha é legal no Colorado, e os caçadores estão limitados a um por ano. Mas uma só morte é demais.

A organização de vida selvagem Prairie Protection Colorado respondeu à horrível caçada de Esplin, ao dizer “Isto é a mentalidade de pessoas que matam espécies predadoras por esporte e diversão. Não se engane de que as políticas e os funcionários da vida selvagem do Colorado apoiem este saque insano da vida selvagem do Colorado. É NOSSA RESPONSABILIDADE como pessoas que se importam com a vida selvagem pôr um FIM nesta insanidade de matar por prazer. Nós temos que fazer mais do que ficar com raiva e escrever sobre isso no Facebook. Nós precisamos nos unir para iniciar o processo de mudança das leis”.

Eles começaram uma petição que solicita um fim para o aprisionamento cruel e desumano e a caça dos linces no Colorado, a qual você pode assinar aqui!

Para mais artigos sobre animais, vida, comida vegana, saúde e receitas compartilhados diariamente, não esqueça de se inscrever no boletim informativo do One Green Planet!

Ser financiado pelo público nos dá uma chance maior de continuar a fornecer a você conteúdo de alta qualidade. Por favor, apoie-nos!

Por Sharon Vega / Tradução de Fátima C G Maciel

Fonte: One Green Planet

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.