No AP, cachorro é morto com golpes de facão e caso gera revolta na web

A morte de um cachorro com golpes de facão na quinta-feira (1º), provocou a reação de internautas em Macapá. De acordo com a ONG Unidade de Proteção ao Animal Costelinha um homem não identificado teria atacado o cão após a filha dele ser mordida. Segundo testemunhas, a menina teria chutado a boca do animal, que reagiu.

O G1 não conseguiu contato com o suspeito para saber o estado de saúde da menina.

O integrante da ONG Costelinha, Victor Hugo Fernandes, divulgou o caso na rede social Facebook e ganhou grande repercussão, com mais de 3,7 mil visualizações. As imagens fortes do cão morto, com ferimentos na região da coluna, foram compartilhadas mais de 1,5 mil vezes, até este sábado (3). O caso ocorreu no bairro Jardim Marco Zero, Zona Sul da cidade.

O cachorro teria tentado fugir do suspeito, mas ficou preso entre as grades de uma casa, local onde foi atacado por vários golpes de terçado, segundo informou Fernandes, que fez o resgate do animal e o encaminhou à uma clínica veterinária. Gravemente ferido, ele não resistiu e morreu.

“Infelizmente, mesmo com o socorro rápido, o animal veio a óbito logo quando chegamos na clínica. Vizinhos informaram que o dono do cachorro, que seria um bombeiro, estava viajando para o Laranjal do Jari [município de Macapá] e ainda não conseguimos entrar em contato com o mesmo”, disse Fernandes.

Victor Hugo informou que a ONG iria registrar na sexta-feira (2) um boletim de ocorrências. O G1não conseguiu contato com a Delegacia de Meio Ambiente (Dema) para confirmar se foi iniciada alguma investigação sobre o caso.

Por Jéssica Alves 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.