Imagem: kimdewar0/Pixabay

Nova emenda constitucional sul-coreana que cobre os direitos dos animais pode acabar com comércio de carne de cachorro!

O governo sul-coreano ganhou as manchetes com o anúncio de que iria proibir a importação de animais caçados cruelmente, incluindo os golfinhos capturados na infame Taiji Cove. E a boa notícia não parou por aí, o governo sul-coreano definiu uma nova emenda que cobrirá os direitos dos animais!

A organização Coexistence of Animal Rights on Earth (CARE) tem pressionado o governo sul-coreano para tratar de questões de bem-estar animal, como o comércio de carne de cachorro, e recebeu “inúmeras” assinaturas em petições de cidadãos interessados em apoiar a mudança. A CARE explica a nova proposta de emenda da Coreia do Sul como: “O projeto de emenda inclui uma cláusula que prevê o estabelecimento de uma política para a proteção dos direitos dos animais”.

A Coréia do Sul recebeu muitas críticas por seu envolvimento ativo no comércio brutal de carne de cachorro, onde milhões de cães inocentes (e gatos) são mantidos em canis sujos até serem espancados até a morte, com muitos até sendo esfolados vivos. O comércio não é apenas injustificadamente cruel, mas está repleto de riscos para a saúde pública, sendo responsável pela disseminação de doenças mortais como a raiva. Além disso, os animais usados no comércio são frequentemente animais de estimação sequestrados.

Embora esta seja uma notícia fantástica, a CARE está sendo cautelosa e acompanhará as autoridades sul-coreanas para garantir que essas palavras se transformem em ação.

Como esta grande vitória prova, a opinião pública e a defesa animal de fato têm o poder de mudar o mundo. Compartilhe isso em suas redes sociais como inspiração para nunca parar de falar pelos animais!

Por Natasha Brooks / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: One Green Planet 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.