Número de animais abandonados cresce 20% no período de férias em Araçatuba, SP

Número de animais abandonados cresce 20% no período de férias em Araçatuba, SP

O número de animais abandonados cresce aproximadamente 20% durante as férias em Araçatuba. A estimativa é das organizações protetoras de animais da cidade. De acordo com as entidades, os cães são as principais vítimas do abandono.

A presidente da APA (Associação Protetoras dos Animais), Cristina Munhoz, informa que só este mês a ONG recebeu mais de 20 cães abandonados, incluindo adultos e filhotes, sem contar os gatos. “Todos os dias têm cerca de cinco cães abandonados nas ruas que ficamos sabendo, fora os gatos. Infelizmente esta é a época do ano mais crítica e a procura pelas ONGs é muito grande”, conta. A presidente da entidade explica que na maioria dos casos as pessoas abandonam os animais porque vão viajar, principalmente em dezembro e janeiro, e não têm com quem deixá-los.

FOGOS

Fator que também contribui para o aumento de animais abandonados nas ruas são os fogos de artifício, comumente usados nas festas de fim de ano e datas comemorativas. Por ficarem desnorteados com o barulho dos artefatos, os animais fogem, muitas vezes não sabem o caminho de volta para casa e ficam vagando pelas ruas correndo risco de serem atropelados, conforme explica Dorival Barbosa dos Santos, da ONG Clube Amigo dos Animais.

De acordo com a médica veterinária Paula Alana Bellintani, os bichos têm a audição quatro vezes mais sensível que o ser humano. Por isso, para minimizar o sofrimento deles, ela indica acostumá-los em um ambiente com barulho. “O dono pode deixar o som da TV ou rádio alto, procurar na internet som de fogos e ir aumentando gradativamente para os animais se acostumarem, principalmente os filhotes”, orienta.

Por Amanda Lino

Fonte: Folha da Região

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.