O 'carneiro enterrado', a tradição que gerou indignação nas redes sociais

O ‘carneiro enterrado’, a tradição colombiana que gerou indignação nas redes sociais

A prática, tradicional de uma população de Madalena, gerou revolta nas redes sociais por ser considerada maus-tratos a animal.

Há uma indignação nas redes sociais por um vídeo onde se mostra uma prática que inclui o enterro de um animal vivo como parte de uma festa.

Trata-se do “carneiro enterrado”, uma atividade que se pratica durante as festas patronais da população de San Sebastián, Madalena, na Colômbia.

Consiste em enterrar um carneiro vivo, deixando sua cabeça visível.

Nas redes sociais, denunciam que o animal se converte em uma espécie de pinhata, pois em um concurso, menores de idade devem bater nele com um pedaço de pau.

“Ganha quem conseguir matar o animal com somente um golpe”, diz uma mulher em um dos vídeos publicados nas redes sociais.

Hoy les comparto uno de los concursos de estas fiestas patronales de San Sebastian Magdalena. "El carnero enterrado" se lo gana el que con un solo garrotazo lo mate.Crueldad? Juzgue usted.

Publicado por Enith Hernandez em Sábado, 19 de janeiro de 2019

Os vídeos geraram indignação entre usuários do Facebook e Twitter, canais onde foram divulgados.

VÍDEO: CLIQUE AQUI.

As festas patronais de San Sebastián ocorrem entre os dias 16 e 22 de janeiro. Entre sua programação houve outras atividades como corridas de gatos e outra prática chamada “galo enterrado”, assim como corridas de touros.

Trata-se de atividades tradicionais da população organizadas pela prefeitura, que são escolhidas por parte dos habitantes dessa localidade.

Algumas pessoas consideram que essas práticas não deveriam ser promovidas por serem consideradas maus-tratos aos animais.

Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Tubarco

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.