Divulgação

ONG denuncia espancamento de touros em rodeio de Londrina, PR

Um vídeo que mostra touros recebendo golpes de peões na ExpoLondrina enquanto aguardavam para participar do rodeio está circulando na Internet desde domingo (14).

A publicação foi feita em uma rede social pela Ong Bendita Adoção, de São Paulo. “Não divulgamos apenas para alertar a população, mas para mostrar a realidade. Precisamos mostrar que a lei existe, maus-tratos é crime,”, afirma Beatriz Silva, responsável pela Ong.

View this post on Instagram

ATENÇÃO URGENTE Acabamos de receber esse vídeos dos munícipes de Londrina Paraná pedindo ajuda pois estão desesperados com o sofrimento dos bois no Evento Parque de Exposições Londrina. Esses vídeos são dessa madrugada. Maus-tratos explícito. O evento ocorreu sexta, sábado e hoje domingo ainda está acontecendo. Não podemos deixar isso impune. Maus-tratos é crime previsto em lei. Me ajudem a divulgar essa barbárie. Queremos o posicionamento de vcs @prefeituradelondrina prefeito @marcelobelinati_ Respondam @expolondrina Atualização: A vereadora De Londrina @danieleziober vai nos ajudar a constituir a denúncia legalmente com as autoridades competentes Atualização 2: A vereadora de Londrina @danieleziober ja encaminhou tudo ao Ministério Público. Vamos lutar por justiça!!!!!

A post shared by Ong Bendita Adoção (@ongbenditaadocao) on

Silva comunicou a vereadora Daniele Ziober (PP), de Londrina. A vereadora afirma já ter encaminhado a denúncia para o órgão responsável, a Sema (secretaria municipal do Meio Ambiente), junto ao pedido para que fosse diretamente para o Ministério Público. Procurada pela reportagem, a Sema informa que ainda apura os fatos e que em breve irá se pronunciar a respeito.

O Comupda (Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais) de Londrina divulgou na última quinta-feira (11) uma solicitação para que a ExpoLondrina cancelasse o rodeio. Após a publicação dos vídeos de maus-tratos, a reportagem entrou em contato com a presidente do conselho, Bruna Ontiveiro que pediu para que fosse feito o contato com o vice-presidente, que por sua vez declarou que o órgão ainda não tinha um posicionamento sobre o caso.

Antes de acontecer o rodeio, a assessoria da SRP (Sociedade Rural do Paraná) afirmou que não iriam declarar nada a respeito do pedido de cancelamento, uma vez que não receberam oficialmente o comunicado do Comupda.

Por Gabrieli Chanthe (estagiária sob supervisão de Larissa Ayumi Sato)

Fonte: Bondenews


Nota do Olhar Animal: O espancamento é um agravante, pois os maus-tratos são INERENTES aos rodeios. A atividade não existiria sem maus-tratos e há farto material comprobatório.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.