Operação resgata 50 pássaros em feira livre na ‘Cidade da Esperança’ em Natal, RN

542
Operação resgata 50 pássaros em feira livre na ‘Cidade da Esperança’ em Natal, RN
Foto: Reprodução Internet

O combate ao tráfico de animais silvestres vem sendo intensificado na capital potiguar com as ações integradas realizadas pela Guarda Municipal do Natal (GMN), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e as polícias civil e militar.

A mais nova operação foi deflagrada na manhã deste domingo (18), na feira livre do bairro de Cidade da Esperança, zona Oeste de Natal, e resultou no resgate de 50 pássaros que estavam sendo comercializados ilegalmente.

Na operação, os fiscais ambientais catalogaram 11 espécies resgatadas, sendo elas o Galo-de-Campina (14), Sibite (11), Golinha (09), Caboclinho (05), Azulão (03), Canário da Terra (03), Anumará (02), Periquito da Caatinga (01), Sabiá-da-Praia (01), e Sábia Laranjeira (01). Os pássaros estavam presos em pequenas gaiolas e viajantes, alguns com uma quantidade de aves superior ao que deveria comportar no espaço, o que resulta em situação de maus tratos.

A coordenadora do Grupamento de Ação Ambiental da GMN, Francineide Maria, lembrou que com essa operação na Cidade da Esperança e outra realizada no meio da semana na feira do Carrasco foram resgatados 205 pássaros de várias espécies, inclusive aves ameaçadas de extinção como o Verdelin. Foram ainda apreendidas diversas gaiolas, viajantes e armadilhas que serão destruídas. “Nas duas intervenções nos conduzimos cinco suspeitos de crime ambiental a delegacia para prestar esclarecimentos, sendo dois detidos nesta operação e três na do Carrasco”, contou.

Antes da operação ser deflagrada é realizada uma investigação conjunta por parte do Núcleo de Inteligência (NIT) da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) e da Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (Deprema) no intuito de identificar as pessoas que estão cometendo o delito. Nesse sentido, guardas municipais e policiais civis se misturam com os frequentadores da feira livre e conseguem com a ação evitar que com a chegada da fiscalização os suspeitos consigam se evadir do local com os pássaros.

Dados registrados pela equipe de fiscalização ambiental da Semurb apontam que durante o ano foram resgatados em Natal e região metropolitana 1.269 pássaros. “Estimamos que somente em pássaros o prejuízo do tráfico seja superior a R$ 1 milhão”, avaliou o supervisor de Fiscalização de Ambientes Naturais e Biodiversidade da Semurb, Gustavo Szilagyi.

As espécies de pássaros mais resgatados neste ano foram: Golinha (217), Galo-de-Campina (206), Sibite (154), Canário da Terra (107) e Azulão (89). Todas as aves bem avaliadas clinicamente são devolvidas ao seu habitat natural com a soltura realizada em áreas de preservação ambiental.

Por Rafael Nicácio

Fonte: Portal N10

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.