Outubro Rosa alerta sobre o câncer de mama em animais

328
Foto: Michael Melo/Metrópoles
Foto: Michael Melo/Metrópoles

As tradicionais ações que alertam para o diagnóstico precoce do câncer de mama em outubro ganham um novo enfoque: a prevenção da doença em cachorros e gato. A enfermidade também atinge os animais e o diagnóstico precoce em pets aumenta as chances de cura. Por conta disso, é importante conscientizar os proprietários sobre a necessidade de realizar os exames periódicos em animais.

A veterinária Simony Sousa esclarece que fatores como genética, natureza hormonal e até o ambiente podem influenciar no aparecimento da doença.

“As primeiras mudanças que podem ser observadas nos animais são as comportamentais, como tristeza, falta de apetite, febres e vômitos. É importante frisar que, quanto antes o câncer for detectado, maiores são as chances de recuperação. Por isso, é fundamental que os donos criem o hábito de fazer visitas periódicas ao médico veterinário”, reforça a especialista.

Para diagnosticar o câncer em animais, os donos podem observar o aparecimento de nódulos, pólipos ou aumento de volume no tecido mamário. Um exame feito pela palpação das mamas, mesmo no ambiente doméstico, também pode ser eficaz.

Já o procedimento mais indicado na prevenção da doença é a castração.

“A maioria dos tumores crescem por causa da quantidade de hormônios no organismo. Com a castração, essa taxa diminui significantemente, o que evita que o animal desenvolva a doença. Além disso, o procedimento ainda é um ato de responsabilidade e contribui para reduzir a quantidade de filhotes abandonados ou em situação de maus-tratos”, finaliza a veterinária Simony.

Por Graciane Sousa

Fonte: Cidadeverde

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.