Pessoas viram algo muito estranho acontecendo na floresta

Pessoas viram algo muito estranho acontecendo na floresta…

Eles nem perceberam que alguém estava assistindo.Quando um pequeno gorila chamado Parry foi morar em um santuário, já tinha passado por muitas coisas.

Com apenas 5 anos de idade, Parry já havia sido sequestrado da natureza quando era apenas um bebê e mantido como animal de estimação. Mas quando ele se tornou muito grande para cuidarem dele, seus tutores o abandonaram na floresta.

Como ele não tinha aprendido nenhum instinto de sobrevivência (que normalmente teria aprendido com sua mãe), Parry foi encontrado esfomeado e agarrado a uma árvore onde encontrou algumas mangas para comer.

Felizmente, as autoridades sabiam exatamente o lugar certo para esse pequeno gorila desabrigado. Em 2016, Parry chegou ao Ape Action Africa’s Mefou Primate Sanctuary, em Camarões.

E foi aí que ele conheceu talvez o indivíduo mais importante de sua vida: Chris.

Chris chegara ao santuário três anos antes, quando ele era apenas um bebê gorila de 4 meses de idade.

Chris precisava de uma família tanto quanto Parry. Ele havia sido dado a um casal como presente, e quando o casal percebeu que não havia maneira de criar um gorila, levou-o para o santuário.

“Até que [Chris] tivesse 2 anos, ele foi cuidado por uma equipe de cuidadores e, como não havia outros gorilas muito jovens no santuário naquela época, viveu primeiro com Cazza e depois com Daphne, ambos chimpanzés jovens órfãos”, disse um porta-voz do santuário ao The Dodo.

Então, quando Chris e Parry se conheceram, os dois pareceram se tornar um pouco mais completos. Começaram imediatamente a brincar e lutar um com o outro, até que ambos desabaram de exaustão.

E desde então, suas brincadeiras só ficaram mais divertidas. Mais recentemente, os cuidadores conseguiram filmar apenas algumas de suas artes, quando os amigos nem sabiam que estavam sendo observados.

Foto: Jenny Brown/Ape Action Africa

Chris havia decidido que Parry, além de ser um grande amigo, também era uma escada e estava equilibrado nas costas de seu amigo, enquanto Parry tentava continuar andando.

Chris and Parry

Chris and ParryWe all need a friend like Parry who gives us support and also makes us laugh! We're not sure what young gorilla Chris was looking for in the forest, but Parry was happy to give him a bit of a lift before they enjoyed an enthusiastic round of wrestling. Make sure you've got the sound turned up as you watch, and then tag a friend who's the Parry to your Chris! ❤️🦍If you'd like to support us by adopting Chris, please visit http://www.apeactionafrica.org/adopt-an-ape. 🙏📷 Ape Action Africa / Jenny Brown

Publicado por Ape Action Africa em Quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Parecia que Chris talvez estivesse tentando investigar algo em uma árvore próxima, mas logo esqueceu quando começou a cair.

“Não temos certeza do que o jovem gorila Chris procurava na floresta”, escreveu o santuário, “mas Parry estava feliz em dar-lhe um pouco de apoio antes que eles desfrutassem de uma rodada entusiasmada de luta”.

Foto: Jenny Brown/Ape Action Africa

Para primatas, “andar de cavalinho” é surpreendentemente sério, brincar de fato ajuda os jovens macacos a consolidar laços sociais e desenvolver habilidades de resolução de problemas.

Que brincar também seja muito divertido, é apenas um alegre bônus.

Foto: Amy Hanes/Ape Action Africa

“Todos nós precisamos de um amigo como Parry que nos dê apoio e também nos faça rir!”, o Ape Action Africa escreveu.

Você pode ser amigo de Chris e Parry, assim como de muitos outros primatas resgatados, fazendo uma doação para o santuário que eles chamam de lar.

Por Sarah V. Schweig / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: The Dodo

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.