Polícia investiga envenenamento de dez gatos em Salinópolis, no Pará; oito morreram

Polícia investiga envenenamento de dez gatos em Salinópolis, no Pará; oito morreram

Voluntários de um abrigo de animais denunciaram à Polícia nesta quarta-feira (19) que dez gatos foram envenenados em Salinópolis, no nordeste do Pará.

Segundo o boletim de ocorrência, oito morreram e dois ficaram mal de saúde vomitando veneno. O voluntário Joaquim Ribeiro disse que um gato foi resgatado, sem ter sido envenenado.

“Nós fomos averiguar. Um deles a gente conseguiu salvar na hora. Outros dois, levamos para o abrigo para os cuidados necessários”, explicou.

O abrigo Amo Animal, para onde os gatos foram levados, funciona há sete anos e cuida atualmente de aproximadamente 60 cachorros e 45 gatos.

Animal sobrevive a ataque de venenos no nordeste do Pará que deixou oito gatos mortos. (Foto: Reprodução / Abrigo Amo Animal)

Suspeitas

A Polícia Civil informou que há suspeitas de que uma moradora, por vingança, teria jogado o veneno, pois um dos gatos teria comido um filhote de galinha dela.

Em uma publicação nas redes sociais, os voluntários explicaram que o pedido de socorro veio na terça (18) de uma outra moradora do bairro Ponta Agulha. Ela disse que alimentava animais da casa onde mora e alguns que vivem na rua.

Segundo o post, a moradora ficou muito “assustada e com medo de acontecer a mesma coisa com outros gatos” nas proximidades.

A Polícia informou que a tutora dos animais não esteve na delegacia até o momento pois está com medo de represálias.

O caso ainda está sendo apurado pela delegacia do município.

Envenenar animais é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais, onde consta que, quem praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos, nativos ou exóticos pode ser penalizado com prisão de 3 meses a um ano e multa.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.