Polícia Marítima recolheu baleia de cinco metros em Cascais, Portugal – Olhar Animal
Fotos: Polícia Marítima

Polícia Marítima recolheu baleia de cinco metros em Cascais, Portugal

A Polícia Marítima recolheu na segunda-feira a carcaça de uma baleia comum em Cascais, que tinha sido detectada por um pescador ao largo das Furnas do Guincho, a cerca de duas milhas náuticas de costa.

Nesta sequência do alerta, foi activada uma embarcação da Polícia Marítima e outra da Estação Salva-Vidas do Instituto de Socorros a Náufragos de Cascais, assim como o respectivo pessoal, por forma a deslocaram-se ao local, tomar conta da ocorrência e analisar o risco associado.

“Foi registada a presença de uma baleia comum, já cadáver, à superfície da água, com cerca de 4,90 metros, em local muito frequentado pelas embarcações de recreio e pesca locais, o que constituía assinalável perigo para a navegação”, revela um comunicado divulgado nesta terça-feira.

“Como medida preventiva e de salvaguarda da segurança local, foi decidido o reboque do cetáceo até à Marina de Cascais, onde foi içado numa das suas gruas e colocado em terra”, acrescenta a nota.

A sua remoção foi assegurada com colaboração com o Serviço de Protecção Civil da Câmara Municipal de Cascais e Marina de Cascais, tendo-se procedido à recolha dos seus dados biométricos e informado o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

“Por fim, esta cria de baleia comum foi encaminhada para um aterro sanitário, sito em Mafra”, conclui o comunicado.

Fonte: Público / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.