Polícia resgata araras criadas em cativeiro sem autorização em Marechal Deodoro, AL

Animais foram encontrados em clínica de reabilitação para dependentes químicos. Foi lavrado um TCO contra o dono do estabelecimento.

187
Araras resgatadas em Marechal Deodoro eram criadas em cativeiro sem autorização. (Fotos: Divulgação/BPA)
Araras resgatadas em Marechal Deodoro eram criadas em cativeiro sem autorização. (Fotos: Divulgação/BPA)

Duas araras vermelhas foram apreendidas na manhã deste sábado (31) em Marechal Deodoro, região Metropolitana de Maceió. Os animais silvestres estavam sendo mantidos em cativeiro, sem autorização, em uma clínica de recuperação de dependentes químicos.
Segundo o cabo Aristides, do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), a apreensão ocorreu por volta das 10h, após uma denúncia recebida pelo 190.

“Fomos ao local e constatamos a ocorrência. As aves eram criadas em uma gaiola, com as portas abertas, e ficavam soltas. O dono da clínica disse que elas ajudavam na recuperação dos pacientes”, explica o cabo.

Ainda segundo o policial, as aves não apresentavam sinais de maus tratos.

O dono do estabelecimento não tinha autorização para criar as aves em cativeiro, e contra ele, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). A Justiça definirá o tipo de punição que será aplicada nesse caso.

As araras foram recolhidas e levadas para a sede do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) em Maceió, no bairro do Farol. Elas passarão por triagem para ver se podem ser devolvidas à natureza.

Animais eram criados soltos em clínica em Marechal Deodoro.

Por Derek Gustavo

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.