Cão foi baleado nas costas pelo policial militar (Foto: Reprodução/Facebook/Yarima Patrício)

Policial militar mata cachorro com tiro na frente de crianças em Boa Vista, RR

Um policial militar é suspeito de ter matado um cão com um tiro na rua Dom Pedro I, no bairro Mecejana, na zona Oeste de Boa Vista. Segundo testemunhas, o policial sacou a arma e disparou contra o animal na frente de três crianças. O caso ocorreu na noite deste domingo (24) e a PM vai abrir sindicância sobre o ocorrido.

Segundo a tutora do animal, a auxiliar notarial Ana Cátia Patrício, de 40 anos, o animal vivia preso e nunca tinha atacado ninguém. Ele era uma mistura de rottweiler e pitbull.
Pouco antes do crime, o animal correu pelo portão que estava aberto e, segundo Ana, foi em direção ao policial que passeava com o próprio cachorro na rua.

“Minha filha de 13 anos saiu até o portão para levar minha sobrinha de um ano e seis meses para a mãe que estava esperando do lado de fora. Quando ela saiu não percebeu que o cachorro estava solto e ele saiu de encontro ao cachorro do cara. Ele não avançou no policial e sim no cão”, disse.

Conforme a auxiliar, no momento em que o cachorro se aproximou dos dois, o policial sacou a arma e atirou contra o animal. O cachorro foi baleado nas costas na frente das crianças.

“O problema maior para mim é o fato de um policial em via pública puxar uma arma e atirar. Ele poderia ter atirado para cima porque o animal também se assusta. Ele não precisava atirar no cachorro e na frente de três crianças”, afirmou.

À Polícia Militar, o policial afirmou que estava passeando com seu cachorro quando o outro animal partiu ‘muito agressivo’ na direção dele. Ele disse que gritou para o cão se afastar, mas que não houve resultado momento em que efetuou o disparo para evitar ser atacado.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes do 5º Distrito Policial. O G1 entrou em contato com a a assessoria da PM por meio do governo do estado e aguarda retorno.

PM vai abrir sindicância para apurar caso

Em nota, o Comando Geral da Policia Militar informou que vai analisar se os disparos foram feitos com arma da corporação ou particular e abrirá uma sindicância para apurar os fatos e tomar as providências cabíveis.

Por Inaê Brandão

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.