Foto: Pixabay

Política pública transforma a Holanda no 1º país sem cães abandonados

Holanda alcançou a meta de tornar-se o primeiro (e até então único) país do mundo sem nenhum cachorro vivendo nas ruas. Para alcançar o feito, não foram realizados sacrifícios ou apreensões dos animais em canis.

Como explica o site Hypeness, a conquista faz parte de um plano do governo que possui leis duríssimas para quem abandona os cães – com multas de até alguns milhares de euros -, além de campanhas de castração e conscientização e cobrança de impostos para quem compra cachorros de raça.

Como cita a publicação, estima-se que existam aproximadamente 600 milhões de cachorros vivendo nas ruas em todo o mundo.

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original


Nota do Olhar Animal: Esta situação na Holanda não é nova já foi indicada por nós na matéria ‘Holanda sem cães de rua‘. Mas o site ‘Notícias ao Minuto’ volta ao assunto e relembra que é perfeitamente possível administrar a situação dos animais abandonados pelas ruas. O que falta, fundamentalmente, é vontade política para resolver a questão. No Brasil e em muitos países a cultura do extermínio continua assombrando os órgãos oficiais responsáveis pelo controle populacional, expondo a ética rasa e a incompetência técnica de seus gestores. Discordamos da cobrança de impostos sobre a compra/venda de animais, pois cremos que bani-la seria a melhor medida. Porém, os resultados do conjunto de medidas não pode ser ignorado.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.