Portugal: Bloco quer que Câmara da Feira proíba realização de tourada em Lourosa

Distrital de Aveiro do Bloco de Esquerda considera que esta iniciativa choca pela barbárie e “principalmente pelo retrocesso civilizacional que representa”, e quer que Câmara de Santa Maria da Feira proíba a sua realização.

390
Portugal: Bloco quer que Câmara da Feira proíba realização de tourada em Lourosa
Distrital de Aveiro do Bloco de Esquerda considera que esta iniciativa choca pela barbárie e “principalmente pelo retrocesso civilizacional que representa”

Em comunicado, a distrital de Aveiro do Bloco de Esquerda afirma que “é inconcebível que no séc. XXI se pondere a realização de atos de tortura mascarados como espetáculo” e pergunta: “Será este o tipo de cultura que uma sociedade que se diz civilizada quer incutir às populações?”

No documento, o partido afirma “a sua forte oposição” à iniciativa e salienta que “o respeito pelo bem-estar de todos os animais deve estar entre os valores básicos da nossa civilização”.

“A promoção do sofrimento de um animal como entretenimento, em detrimento da verdadeira cultura tradicional, é retirar a ambição da população para desenvolver o que de bom e educativo constitui a nossa identidade”, afirma o órgão bloquista que salienta que “esta iniciativa bárbara tem mesmo um carácter antipedagógico”.

“No caso de Lourosa, nem sequer podem utilizar o argumento da tradição, apenas o do prazer sádico de fazer sofrer e ver sofrer um animal indefeso. Não se compreende esta ação de pura promoção do sofrimento animal numa época em que deveríamos proceder à promoção da verdadeira cultura”, destaca o texto bloquista, apontando a sua preocupação com “as consequências que este culto do sofrimento terá na construção educacional dos nossos jovens”, defendendo que “na presente época seria de esperar que a cultura se afirmasse como a aclamação da vida, como aclamação da própria modernidade e não através de um espetáculo degradante e desumano”.

No comunicado, os bloquistas de Aveiro apelam ao bom senso, “que tanto a autarquia como a população se demarquem deste espetáculo abominável, sanguinário e cruel” e exigem que “a Câmara de Santa Maria da Feira proíba a realização desta barbárie”.

Fonte: Esquerda Net / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.