Foto ilustrativa

Portugal: Festas começam em Alverca sem garraiadas

A decisão gerou controvérsia e dividiu opiniões entre a população.

A edição deste ano das festas de Alverca, que se realizam entre os dias 27 de Junho e 2 de Julho, vão ser das primeiras dos últimos anos a não contar com as tradicionais garraiadas.

Uma decisão do novo executivo da união de freguesias, que admitiu publicamente no início do ano não querer esse tipo de espectáculo taurino nas festas da cidade. “Respeitamos todos os seres vivos e rejeitamos a violência pela violência. Não somos contra essas tradições, respeitamo-las mas não a promovemos. Não haverá garraiadas nas festas de Alverca”, informou Carlos Gonçalves (CDU), o novo presidente da junta, numa das primeiras assembleias de freguesia do ano.

A decisão gerou controvérsia e dividiu opiniões entre a população. De um lado há quem defenda que a cidade não deve organizar garraiadas ou touradas porque nunca teve tradição tauromáquica tão forte como Vila Franca de Xira – quem tem inclusive uma praça de toiros – e do outro quem entenda que se trata de um único concelho e por isso as raízes tauromáquicas devem prevalecer e ser promovidas.

Fonte: O Mirante / mantida a grafia lusitana original


Nota do Olhar Animal: Tradições que causam danos a seres sencientes não humanos devem ser banidas, assim como, por exemplo, foram banidas tradições que incluíam o sacrifício religioso de humanos.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.