Prefeitura avalia implantação de UPA veterinária em Campo Grande, MS

Estrutura foi criada por lei municipal, mas não saiu do papel.

131

A Prefeitura de Campo Grande analisa a implantação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Veterinária em Campo Grande. A estrutura foi criada por meio da lei municipal nº 5.593, que foi aprovada na Câmara em 2014, mas sancionada no ano seguinte. A informação foi confirmada pelo vereador Chiquinho Telles (PSB).

A UPA-VET está prevista para atender casos de urgência e emergência a animais domésticos como cães, gatos, cavalos, entre outros. Também deve fazer serviços de consultas, orientações e medicação de urgência. A lei ainda prevê a realização de cirurgias.

O funcionamento da unidade é previsto para 24 horas e a estrutura teria centro cirúrgico. Animais abandonados também podem poderão ser socorridos.

Chiquinho Telles, autor do projeto de lei, disse que uma unidade para atender animais faz parte de demanda da Capital e a prefeitura pode contribuir para manter o respeito aos animais, principalmente os abandonados que estejam com algum tipo de ferimento.

“Ao falar em saúde pública, não podemos esquecer dos animais. Esta unidade de pronto atendimento veterinário será uma grande vitória para nossa Capital. As pessoas vão passar a ter um local para cuidar de seus animais de estimação”, disse o vereador, que está em contato com o prefeito Marcos Trad (PSB) para viabilizar a proposta.

Não foi divulgado ainda detalhes oficiais da instalação dessa estrutura na cidade, nem prazo para começar a funcionar.

Por Rodolfo César

Fonte: Correio do Estado

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.