Cavalo que causou acidente na rodovia (Foto: Reprodução / TV Gazeta)

Prefeitura de Cariacica (ES) não recolhe mais animais soltos nas ruas, diz coordenador de Vigilância Ambiental

A Prefeitura de Cariacica, na Grande Vitória, não faz mais o recolhimento de animais soltos nas ruas da cidade, segundo informou o coordenador de Vigilância Ambiental do município, Luiz Roberto Meneghel. A suspensão do serviço aconteceu depois da depredação do Centro de Controle de Zoonoses, em fevereiro deste ano.

Um cavalo que estava solto na Rodovia José Sette foi o que causou o acidente que deixou o atleta de handebol Henrique Correa 18 dias internado, aguardando uma cirurgia na cervical. O jovem bateu o veículo no animal e perdeu os movimentos do corpo.

Cariacica tem um código de postura que proíbe a criação de animais de grande porte na área urbana e afirma que conta com a população para denunciar os casos de bichos soltos, mas não faz mais o recolhimento.

“A gente tinha um serviço até fevereiro a fazia esse serviço de recolhimento. Em fevereiro de 2017, houve a depredação do Centro de Controle de Zoonoses e a gente está se reestruturando agora. Quando a gente tem uma denúncia de animal em local de risco, a gente manda um funcionário para tentar tirar naquele momento e não acontecer o que aconteceu”, disse Meneghel.

Segundo o coordenador, ainda não há um prazo para que a prefeitura volte a recolher os animais. “Nós estamos nos reestruturando. Vamos ver, daqui para frente, o que a gente vai poder adquirir novamente, como caminhão que foi colocado fogo. A gente tem que realizar projetos, captar recursos, para, então, voltar a atender da forma que a gente atendia”, falou.

Para denunciar os casos de animais soltos nas ruas de Cariacica, a população deve ligar para a ouvidoria, por meio do número 162 ou pelo e-mail postura@cariacica.es.gov.br.

Por Fabíola de Paula, TV Gazeta

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.