Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Prefeitura de Caxias do Sul (RS) finaliza projeto para canil municipal

A possibilidade de mudança de endereço do canil municipal de Caxias do Sul, que chegou a ser cogitada na administração passada com permuta do atual terreno da prefeitura por uma área mais afastada, foi extinta. O Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal diz que concluiu um estudo técnico que apontou como melhor alternativa construir na mesma chácara, em São Virgílio da 6ª Légua, um centro de bem-estar animal.

Segundo Marcelly de Souza Paes, diretora do departamento, o projeto arquitetônico está em fase final e a licitação para a construção tem previsão de ser lançada no início de janeiro.

— É um local que já existe há 18 anos. A gente contaminaria outro espaço, precisaria ser feita uma nova ressocialização. Baseados em estudos geológicos, de fauna e flora, e de convivência social, ele se tornou o melhor local — explica Marcelly.

Ela adianta que o projeto prevê um centro clínico de atendimento e outro de apoio aos funcionários, além de um número de canis que vai permitir que mais nenhum animal seja acorrentado. Atualmente, são abrigados em torno de mil cães. Outra novidade projetada são baias para equinos e animais de grande porte. Hoje, os recolhidos ficam na Universidade de Caxias do Sul até que possam ser adotados por outras famílias. Um gatil e área de isolamento para animais em quarentena também estão no projeto.

A prefeitura ainda não divulga o valor do investimento. A diretora do departamento afirma que também estão sendo buscadas emendas parlamentares. A empresa que administra o canil atualmente não tem responsabilidade na construção, porque o contrato é apenas para a higienização e tratamento dos bichos. A Lazari venceu a licitação na metade do ano, depois de já ter atendido o canil em contratos emergenciais.

De acordo com Marcelly, 12 funcionários cuidam da limpeza e alimentação dos animais com ração do tipo premium. São quatro médicos veterinários. Ela destaca ainda que foram construídos 20 canis neste ano. O departamento apresentou um balanço de mais de 270 animais acolhidos por meio da Campanha Adote por Amor e 270 averiguações de denúncias de maus-tratos com apoio de um canal no site da prefeitura.

Por Babiana Mugnol

Fonte: Gaúcha ZH

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.