Prefeitura de Gaspar (SC) e entidades promoverão Castração Solidária

138
Prefeitura de Gaspar (SC) e entidades promoverão Castração Solidária

Há mais de 10 mil anos o homem domesticou cães e gatos, e desde então, os amigos de quatro patas são inseparáveis. Especialistas afirmam que ter um animal de estimação faz com que a qualidade de vida dentro de casa aumente, assim como melhora a saúde e, claro, gera mais alegria ao lar. Adotar um cão ou gato é mais do que um ato de amor, é ter responsabilidade. Entretanto, um cenário tem assustado nos últimos anos: o abandono.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, somente no Brasil, há mais de 30 milhões de animais vivendo nas ruas. São cerca de 20 milhões de cachorros e 10 milhões de gatos. Para tentar reverter este quadro, a Prefeitura Municipal de Gaspar, por meio da Secretaria de Agricultura e Aquicultura, em parceria com a Associação Gasparense de Amparo e Proteção Animal (Agapa) e Hachi ONG – Proteção Animal, realizará a castração solidária em animais de pessoas de baixa renda no município.

De acordo com Gabriela Dalsóchio, presidente da Associação Gasparense de Amparo e Proteção Animal (Agapa, o projeto tem a intenção de diminuir o número de nascimentos de filhotes, que muitas vezes, acabam sendo abandonados e, consequentemente sofrem maus tratos. A contracepção acontecerá nos dias 6, 7 e 8 de outubro na clínica apoiadora do evento, Animallis Care, em parceria com a clínica Saúde Animal de Blumenau. Serão castrados animais sem raça definida com até 20 quilos.

Os tutores deverão cadastrar o animal através de cupons de castração numerados e assinados que estarão disponíveis para aquisição na Agropecuária A Estrela do Vale e na Clínica Animallis Care, em Gaspar. Assim, será agendada a data da cirurgia, além das informações sobre os cuidados com o pré-operatório.

Paralelamente a castração, a Secretaria de Agricultura e Aquicultura, doará um microchip que será implantado no animal castrado. “Desta forma será possível fazer o rastreamento do cão ou do gato. Se o animalzinho fugir de casa, se perder, esta é uma maneira eficaz e segura de encontrá-lo. A tecnologia tem um código exclusivo que transmite informações específicas de cada bicho,” ressalta o secretário, André Waltrick.

O projeto tem a aprovação do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Santa Catarina. A expectativa é castrar 90 animais, ou seja, 30 por dia de ação. Qualquer dúvida sobre os exames pré-operatórios e o custo solidário da cirurgia, basta entrar em contato pelos e-mails agapagaspar@gmail.com ou contato@hachiong.org.br.

Fonte: Rádio Sentinela

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.