Prefeitura vai fechar zoológico de Montes Claros (MG) após morte de jacaré

Ibama vai ajudar a administração municipal a procurar novas moradias para os animais.

469
Em Montes Claros, corpo de jacaré foi encontrado com sinais de violência no zoológico.
Em Montes Claros, corpo de jacaré foi encontrado com sinais de violência no zoológico.

A morte do jacaré-de-papo-amarelo do zoológico de Montes Claros, no Norte de Minas, atacado por criminosos que invadiram o parque na madrugada da última sexta-feira (24), foi o estopim para a prefeitura da cidade, que vai fechar o local e doar os cerca de 100 animais – entre mamíferos, répteis e aves – para outras instituições.

A medida, confirmada por Paulo Ribeiro, secretário de meio ambiente do município, nessa segunda (27), tem o objetivo de preservar os bichos que habitam o parque e estão propensos a agressões causadas por vândalos, que se aproveitam da precariedade da estrutura do zoológico para invadir o local e maltratar os animais.

De acordo com Ribeiro, o parque foi abandonado pelos últimos prefeitos, que só realizaram uma manutenção no local em 2007. Desde então, a estrutura tem sofrido com a ação do tempo e de invasores que depredam as cercas, por exemplo.

“As gestões passadas não fizeram nada para resolver os problemas. Mas agora estamos buscando soluções porque o zoológico não está em uma área apropriada, está no perímetro urbano, e tem apenas uma cerca viva que o separa da rua. Isso facilita a ação desses marginais que cometem essas barbaridades contra os animais”, salienta o secretário.

Nesta terça-feira (28), o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) recebeu um comunicado da prefeitura sobre o fechamento do zoológico. Segundo Daniel Felipe Dias, chefe substituto do Ibama de Montes Claros, a organização vai auxiliar a prefeitura na busca por instituições que possam acolher os animais que serão doados.

“Mesmo com o fechamento, a prefeitura deve cuidar desses animais até que todos eles sejam enviados para outros zoológicos. A função do Ibama nesse caso vai ser o de colaborar e identificar as instituições que estejam aptas a receber esses animais”, disse.
Novo zoológico

Em matéria publicada nessa segunda-feira (27) no portal O TEMPO sobre a morte do jacaré-de-papo-amarelo, o secretário de meio ambiente Paulo Ribeiro afirmou que a prefeitura estuda a possibilidade de construir um novo zoológico para Montes Claros. A ideia, no entanto, depende de parceiros que possam contribuir financeiramente com o projeto.

“Vamos discutir isso com todos os interessados, ONGs e pesquisadores para preservar esses animais. Pensamos em conseguir parceiros para viabilizar uma nova estrutura para Montes Claros”, destaca Ribeiro.

Contudo, o chefe substituto do Ibama na cidade Daniel Felipe Dias ressalta que para a prefeitura inaugurar um novo zoológico deve começar o processo de licenciamento do zero.
“O atual zoológico tem, desde 2015, a autorização do Ibama para funcionamento. Mas agora, se a prefeitura decidir construir uma nova estrutura, vai precisar obter todas as licenças novamente, que agora são concedidas pelo governo do Estado, que é quem precisa aprovar o projeto”, explica Dias.

A morte do jacaré

O jacaré-de-papo-amarelo do zoológico de Montes Claros foi encontrado morto na última sexta com diversas marcas de perfurações. A suspeita dos funcionários é a de que o animal, que tinha mais de 30 anos, tenha sido atacado com um arpão de pesca por criminosos que invadiram o local durante a madrugada.

Segundo a Polícia Militar (PM), uma mulher, de 56 anos, que estava no zoológico durante a tarde daquele dia foi quem percebeu que o jacaré estava morto. Ela chamou os funcionários que entraram no espaço onde morava o bicho e viram que ele não se mexia. Uma equipe de veterinários da prefeitura constatou o óbito e o corpo foi congelado para passar por uma necrópsia. O procedimento vai confirmar qual objeto perfurou o animal e se ele também foi envenenado. Até o momento, os suspeitos do crime não foram localizados.

Fonte: O Tempo


Nota do Olhar Animal: Zoológicos são e sempre serão “campos de concentração” para os animais não humanos, sejam bem administrados ou não. Neles, os animais sempre são condenados a uma pena de prisão perpétua. Mas é incrível que a mesma prefeitura que não teve competência para administrar o antigo zoo queira criar um novo. Uma vergonha para a cidade de Montes Claros, que desejamos que a população e os ativistas impeçam. Sobre o fechamento do zoo atual, é lamentável que os animais sejam encaminhados para outro zoos. Na maioria dos casos até por falta de santuários para recebê-los (o que é outra vergonha). Estes bichos cumprirão a pena de prisão perpétua até seus últimos dias.

Fonte: O Tempo

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.