Primeiro açougue vegano do Distrito Federal fica no Gama

O Vegano é também restaurante de comidinhas caseiras e quer acabar com a ideia de que açougue é apenas um mercado de carnes.

280
Primeiro açougue vegano do Distrito Federal fica no Gama
O Vegano fica no Residencial Gamaggiore, na entrada do Gama Divulgação São várias opções rotativas no self-service (Fotos: Divulgação)

A onda dos açougues veganos chegou ao Distrito Federal pelo Gama. O Vegano Açougue e Restaurante foi inaugurado recentemente e como o nome já diz, além de ser o primeiro açougue vegano da capital federal, oferece almoço self-service.

“A região da Saída Sul, principalmente do Gama e Valparaíso, não tinha nada vegetariano, muito menos vegano. Nenhuma opção. Moro no Gama, quero valorizar a cidade e dar opções acessíveis para quem segue essa dieta”, afirma o proprietário, Egberto Lima.

O Vegano já é conhecido por circular pelos grupos de vegetarianismo nas redes sociais. Muitos já compartilharam as fotos do estabelecimento. Egberto confirma: “Tem gente que, mesmo não morando no Gama, vem aqui só porque viu no Facebook.”

O que é servido no Vegano é uma mistura brasileira de tudo: da pizza à salada de abacate, do bife de seitan ao acarajé.

A pizza leva queijos veganos, à base de batata ou madioca
O abacate vai da guacamole ao vinagrete
Bife de glúten, ou seitan: textura e sabor parecidos com o bife de carne bovina
O acarajé também pode ser vegano. Pela aparência, nem se nota a diferença

Saúde e bem-estar

A filosofia “natureba”, claro, acompanha os donos do Vegano, Egberto e a mulher, Sirlan Rodrigues. Toda a família, incluindo os dois filhos do casal, segue o veganismo há 11 anos. Como são adventistas, o restaurante fecha apenas nos dias de sábado.

“Falamos muito de saúde. Desde bebê o nosso filho mais velho ficava doente. Quando decidimos cortar os laticínios da dieta dele, a saúde melhorou muito. Ninguém nos obrigava a nada, mas até médicos já fizeram chacota com a nossa cara”, conta Egberto.

Estamos aliando saúde ao bem-estar animal. Queremos quebrar esse preconceito. Essa filosofia de vida só traz o bem para a natureza e para a saúde”Egberto Lima

Açougue vegano, sim

No dicionário, açougue é sinônimo de feira e mercado. Não necessariamente precisa ser sinônimo de carne. Os veganos do Gama lutam justamente pela desvinculação dos termos, e o nome pode ser encarado como uma espécie de protesto.

Entre os produtos vendidos no primeiro açougue vegano do DF, tem feijoada sem carne, bife de glúten (seitan), coxinha de jaca, estrogonofe com leite de soja, carne de jaca, calabresa de soja, queijos cheddar, prato, parmesão e muçarela (à base de batata, cenoura, maçã), manteiga de coco e até sorvete. Tudo sem nenhum ingrediente de origem animal.

A média dos preços é de R$ 20, e os queijos saem a R$ 24,80 a peça. Já o sorvete, com 250ml, custa R$ 5,50. O bife de glúten custa R$ 20 o quilo. Um mercadinho com farinhas também é abastecido ao lado dos produtos de geladeira.

Arroz, feijão e bife de glúten

O self-service, que funciona das 11h30 às 15h, sai a R$ 34,90 o quilo. Além das comidinhas, o Vegano oferece sucos detox e de verão todos os dias.

No cardápio, tudo muda constantemente. Como é feita de forma mais caseira, a comida é comum, nada gourmetizada. Tem purê de abóbora, pastéis assados de palmito e de azeitona, calabresa e queijo veganos, bife de glúten, assado de abobrinha, farofa de feijão verde, assado de carne de jaca sem glúten… E arroz e feijão.

“Acredito que bicho tem sentimento. Minha família não compactua com o sofrimento animal e o Vegano é uma forma de fortalecer essa filosofia de vida e mostrar para o mundo que comemos bem e somos felizes dessa forma”, conta Egberto.

Vegano Restaurante e Açougue
Residencial Gamaggiore, Lote 1700, Loja 10, (ao lado da loja Fulô), Setor Leste Industrial, Gama. (61) 4141-5407. Também no Facebook. De domingo a sexta, das 9h30 às 15h.

São várias opções rotativas no self – service
As saladas são sempre bem coloridas
As saladas são incrementadas com flores comestíveis
Opções salgadas e quentes incluem purês, tortinhas, feijão e sopa
A lasanha leva a berinjela fatiada no lugar da massa
Tofu assado e temperado
Pizza de banana e morango
Pizza marguerita vegana
Uma das mais ousadas é a moqueca de palmito
Sempre há mais de uma opção para as pizzas
Balcão colorido é indispensável na dieta à base de vegetais
Dá para comer o arroz e feijão basiquinhos no Vegano

Por Laura Quariguazy 

Fonte: Metrópoles

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.