Projeto de lei cobra clínicas veterinárias para incentivar adoção de animais em Campo Grande, MS

Ideia consiste ainda em combater casos de maus tratos e doenças.

131
Texto prevê cartazes para incentivar adoção responsável, sob pena de multa (Foto: Paulo Francis/Arquivo)
Texto prevê cartazes para incentivar adoção responsável, sob pena de multa (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Projeto de lei vai cobrar de clínicas veterinárias e petshops que incentivem, com cartazes, a adoção de animais e denúncias contra maus tratos em Campo Grande. Há prevista punição de R$ 1 mil, em caso de descumprimento pelos estabelecimentos.

Texto foi proposto pelo vereador Valdir Gomes (PP), na semana passada, permanecendo em análise na Câmara Municipal. Este justificou que a campanha seria mais eficiente nas áreas frequentadas por tutores de animais, contribuindo na denúncia de casos de maus tratos.

“O Poder Público precisa fazer uso de todas as ferramentas disponíveis para solucionar
problemas de saúde pública, uma vez que o abandono de animais, além de desumano, pode aumentar o número de infecção por leishmaniose e outras doenças onde os animais são vetores de transmissão”, justificou o vereador no projeto, aguardando ainda que este seja pautado para votação nos próximos dias.

Por Kleber Clajus

Fonte: Campo Grande News


Nota do Olhar Animal: O mínimo que o Poder Público deveria oferecer é alguma contrapartida, como um projeto de comunicação – uniformizando a campanha – e o fornecimento dos referidos cartazes, além claro dos serviços de castração e vacinação. Sem um envolvimento deste tipo, fica a ideia de que a Prefeitura quer apenas empurrar para as clínicas veterinárias uma responsabilidade que é primariamente sua. É ótimo que as clínicas estejam envolvidas, mas a Prefeitura precisa assumir suas responsabilidades.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.