SP Campinas caes rua D

Projeto propõe criar abrigo para cachorros de moradores de rua

Proposta é da Coordenadoria de Prevenção às Drogas de Campinas (SP). Adoção de animais dificulta internação deles em clínicas de reabilitação.

SP Campinas caes rua

Um projeto da Coordenadoria de Prevenção às Drogas de Campinas (SP) propõe que os cachorros de moradores de rua ganhem um lar temporário enquanto os tutores estiverem em tratamento para dependência química. Segundo a instituição, a adoção de animais como parte da família dificulta a internação em clínicas de reabilitação.

O auxiliar de serviços gerais Tiago Roberto dos Santos, que mora há quatro anos nas ruas, considera a cadela Rebeca como sua companheira.

“Essa aqui é minha vida, eu cuido dela e ela cuida de mim”, conta. Ele afirma que não ficaria sem a companhia do animal caso tivesse que ser internado em uma clínica.

SP Campinas caes rua2

Lar temporário

De acordo com Nelson Hossri, da coordenadoria, o projeto pretende abrigar o animal e oferecer os cuidados necessários. “O objetivo é oferecer um lar temporário pra esse cachorro, onde nos dias de visita nós possamos levar esse cachorro para visitar, igual os dependentes que recebem a visita dos seus familiares. Se a família do dependente é o cachorro, ele tem o direito de receber a visita do cachorro dele”, ressalta.

Segundo a coordenadoria, o projeto pretende também aproveitar o animal no tratamento do dependente químico.

“O cachorro estaria junto à comunidade terapêutica, junto ao centro de tratamento, em um espaço todo reservado ao animal, sendo tratado, com alimentação e com vacina. A própria castração iria existir também, esses cachorros seriam chipados, para poder ajudar no tratamento através da cinoterapia”, afirma.

Na cidade existem 190 moradores de rua e segundo a coordenadoria, 30% deles têm um animal de estimação. A proposta está sendo finalizada para depois ser encaminhada para votação como projeto de lei.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.