Quelônios e aves silvestres são apreendidos em casa de empresário na Zona Centro-Sul de Manaus, AM

Homem assinou Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pela prática de crime ambiental e em seguida foi liberado para responder em liberdade.

232
Foto: Divulgação / PC
Foto: Divulgação / PC

A Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema) recuperou, na manhã desta terça-feira (05), por volta das 11h, 14 quelônios e três aves silvestres em posse de um empresário de 61 anos, na rua Jorge Baird, bairro Nossa Senhora das Graças, na Zona Centro-Sul de Manaus.

De acordo com o delegado Bruno Hitotuzi, titular da Dema, a ação policial foi deflagrada após o recebimento de delação, feita ao número (92) 99962-2340, o disque-denúncia da Dema, informando que um indivíduo estaria mantendo animais silvestres na casa dele. Os policiais civis foram até o imóvel indicado e constataram a veracidade da informação.

“Na casa, durante as buscas, encontramos os quelônios e os pássaros, mantidos em locais inapropriados. Conduzido à delegacia, o empresário afirmou, em depoimento, que os animais pertenciam à mãe dele. Ele assinou Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pela prática de crime ambiental, por manter em cativeiro espécie da fauna silvestre. Em seguida ele foi liberado para responder em liberdade”, explicou Hitotuzi.

Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, os animais foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Fonte: A Crítica

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.