Ração encontrada em uma rua do bairro Itapoã, em Vila Velha | Foto: Reprodução / Facebook

Ração com veneno é encontrada em Vila Velha (ES) e gera revolta nas redes sociais

O alimento encontrado estava recheado com um produto semelhante à um tipo de substância que pode levar o animal à morte

Uma postagem no Facebook, realizada na tarde deste domingo (08), gerou indignação e revolta de muitos capixabas, principalmente daqueles que possuem animais de estimação, como cães e gatos.

Em um grupo chamado UCão Capixaba – ES, uma integrante postou fotos de ração animal encontrada em um canteiro de uma rua do bairro Itapoã, em Vila Velha. O problema era que o alimento estava, supostamente, recheado com um produto semelhante à um tipo de substância que pode levar o animal à morte.

“Pessoal, acabei de voltar do passeio com a minha cadela aqui em Itapuã. Encontrei esse grão de ração recheado com veneno num canteiro do bairro. Cuidado! Avisem todos pra ficarem atentos!!”, dizia a postagem.

Até o final da manhã desta segunda-feira (09), a postagem no grupo, que é público, já somava quase dois mil compartilhamentos, cerca de 300 comentários e mais de 1200 reações – a maioria negativa.

Havia uma substância dentro da ração
Havia uma substância dentro da ração

“Até onde chega a maldade humana? Chega até doer na alma. Instinto ruim, perverso esse tal de ser humano. Por isso que cada dia mais amo mais os animais”, comentou uma seguidora do grupo. “A pessoa tem tanta maldade no coração que é capaz de ter o trabalho de comprar a ração e abrir cada uma para colocar o veneno. Se esse trabalho todo fosse usado para o bem”, sugeriu outra.

Nos comentários também houve relatos de outros casos parecidos ocorridos no mesmo bairro. “Meu cachorro comeu alguma coisa perto do canteiro da Praça Dom Cavat, em Itapoã. Passou muito mal, vomitou muito. Tive que levar no veterinário”, escreveu um internauta.

De acordo com a Lei Federal 9.605/1998, este tipo de ação se enquadra como Crime Ambiental, podendo acarretar em pena de três meses a 1 ano de prisão e multa. Caso ocorra a morte do animal, a pena pode ser aumentada de um sexto a um terço.

A Polícia Militar alerta a população que, ao flagrar um crime, é necessário que uma viatura seja sempre acionada via Ciodes (190). Denúncias com informações sobre indivíduos que estejam agindo de forma criminosa na região podem ser feitas por meio do Disque Denúncia 181. O sigilo e anonimato são garantidos.

Fonte: Folha Vitória

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.