Representante de ONG pede esclarecimentos à prefeitura sobre cachorro abandonado em Ivoti, RS

Representante de ONG pede esclarecimentos à prefeitura sobre cachorro abandonado em Ivoti, RS

Após repercussão da reportagem feita pelo jornal Diário, a respeito de um cachorro que vagava há dias na localidade de Picada Feijão, em Ivoti, o caso ainda não está encerrado e pode der novos desfechos.

Isso porque uma representante da ONG ADAI – Associação dos Animais de Ivoti – pede esclarecimentos a Secretaria do Meio Ambiente e da Vigilância Sanitária. ” Eu trabalho há mais de sete anos com a causa animal. Estamos insatisfeitos com o atendimento da Prefeitura sobre essa situação”, pontua Priscila Forster após reunião com secretário de meio ambiente na tarde desta quarta-feira, 31. Um dia antes o secretario disse que o município não possui canil e não poderia recolher o animal.

Além disso, Priscila conta que o animal está com suspeita de leishmaniose, doença que pode ser transmitida para humanos. “Ele está com vários carrapatos. Parece estar muito doente”, relata a representante da ONG, que também afirma já estar articulando uma vaquinha para levar o cachorro no veterinário.

“Se isso não for resolvido hoje, vou fazer um boletim de ocorrência,  protocolar e levar essa situação ao ministério público”, conclui Priscila.

Por Vanessa Monni

Fonte: O Diário

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.