Animais mantidos na Fazenda Modelo. (Foto: Ana Branco / Agência O Globo)

Rio: voluntários denunciam Fazenda Modelo e subsecretária fala em boicote

Principal estrutura da subsecretaria de Bem Estar Animal, a Fazenda Modelo está no centro de uma polêmica que se arrasta há meses. De um lado, voluntários ligados à proteção dos animais fazem repetidas denúncias sobre as condições do local, que chegou a ser interditado em janeiro deste ano, mas voltou ao funcionamento no mês passado após inspeção da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente. Na ocasião, acompanhada de um veterinário perito do Instituto de Criminalistica Carlos Éboli e de representantes do Ministério Público do Rio de Janeiro, a DPMA considerou o lugar apto para o funcionamento.

Porém, desde a reabertura, chovem relatos de maus-tratos por parte de diversos voluntários que acompanham o dia a dia da Fazenda Modelo. Segundo eles, falta remédio para o tratamento dos animais e a ração servida é de péssima qualidade, além de outros problemas.

– Os animais entram lá para morrer, é desesperador. Nós, voluntários, tiramos os animais doentes e levamos para clínicas particulares para o tratamento. Não é problema de falta de dinheiro ou de gestão, é crueldade mesmo – conta uma voluntária que prefere não se identificar. Ela faz parte de um grupo que está mobilizando uma manifestação nesta terça-feira, em frente ao prédio da prefeitura.

Andrea Lambert, outra voluntária que mobiliza a manifestação, conta que, além da falta de remédios, há desleixo por parte da Fazendo Modelo em relação aos animais.

– Encontramos uma cadela cega da raça sharpei abandonada em um canil. Ela foi atacada por outros cães, ficou muito machucada, mas ninguém tirou ela de lá, nós que fizemos o resgate – afirmou.

Do outro lado, a subsecretária Suzane Rizzo, responsável pela Fazenda Modelo, garante que está tudo bem. Faz boas previsões para o futuro do abrigo e diz que as denúncias são caluniosas.

– Sobre a interdição, aquilo tudo foi uma fraude. Medicamentos vencidos foram colocados propositalmente na clínica. Foi um boicote. Toda vez que acontece demissão de funcionários, temos esse tipo de boicote. Neste momento está acontecendo novamente. Sobre os remédios, isso é mais uma mentira, nós temos todos os remédios e já estamos procedendo uma nova licitação com pregão eletrônico para um ano – conta.

Sobre a ração, a subsecretária informou que a qualidade se mantém, o que mudou foi a marca do produto. Também esclareceu que a licitação para a compra de outra marca já está em processo final. Questionada sobre o motivo de tantas denúncias, Suzane Rizzo afirmou se tratar de “pessoas que querem fazer politicagem com animais”.

– A maior parte das pessoas que está denunciando é de pré-candidatos para as próximas eleições ou de pessoas que foram desligadas da secretaria e querem criar situações que os beneficiem, inventando calúnias – disse.

Fonte: Extra


Nota do Olhar Animal: Segundo a secretária, as denúncias contra a gestão da Fazenda Modelo partem de pessoas que querem ocupar cargos públicos ou que ocupavam e foram desligadas, como se ela própria, como ATUAL integrante do governo municipal, fosse isenta e não tivesse interesse algum em defender incondicionalmente a gestão do sr. Crivella  e a sua própria. Ela tem por OBRIGAÇÃO responder a TODAS as denúncias e prestar todos os esclarecimentos, indo muito além da mera desqualificação dos denunciantes.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.