O presidente russo, Vladimir Putin. EFE

Rússia endurece penas e multas por maus-tratos aos animais

A Rússia finalizou uma lei federal que endurece as penas por maus-tratos aos animais. O presidente desse país, Vladimir Putin, assinou no último dia 20 a legislação, que estabelece uma pena máxima de cinco anos de prisão para quem comenta esse tipo de delito.

A lei indica, além disso, que quem cometer crimes contra os animais, os divulguem em redes sociais ou planejá-los através de um acordo, serão castigados com multas de até 5.100 dólares ou dois anos de trabalhos corretivos.

Os delitos mais graves poderão ser castigados com penas de trabalhos forçados de até cinco anos ou de três a cinco anos de prisão, indicou o portal RT, propriedade da Federação da Rússia.

O portal relembrou que em 2016 viralizou o caso de duas adolescentes russas que desmembraram animais em uma cidade do oriente desse país. As jovens, de 16 e 17 anos, torturavam gatos e cães que conseguiam através de falsos anúncios sobre abrigos, e postavam os vídeos de seus crimes na internet.

Por Ana Maria Plata / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Minuto 30

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.