Seis animais silvestres são resgatados apenas nesta semana em Salvador, BA

313
Foto: Shirley Oliveira/ Arquivo Pessoal
Foto: Shirley Oliveira/ Arquivo Pessoal

Duas serpentes foram recolhidas em dois pontos diferentes de Salvador nesta semana. O resgate foi feito pelo Grupo Especial de Proteção Ambiental (Gepa), grupamento da Guarda Civil Municipal (GCM).

A primeira captura foi de uma jiboia, encontrada em frente a um supermercado localizado na Rótula do Abacaxi. Depois, uma sucuri, no bairro da Boca do Rio.

Ambos os casos foram notificados por cidadãos, que contataram a corporação.

Segundo o órgão, a época é propícia ao aparecimento dos animais, pois o clima mais quente estimula as serpentes a procurarem alimentos e locais mais propícios para habitar, além da grande quantidade de roedores, sua principal fonte de alimento, que existem nos centros urbanos.

Também esta semana, o Gepa removeu da região de Cajazeiras um tatu; um gavião, na Liberdade; um mico ferido, no Cabula; e outra jiboia, desta vez no bairro de Jardim Santo Inácio, dentro de uma máquina de lavar.

Os bichos foram levados para a Ufba: os mamíferos para o Ambulatório de Animais Silvestres e Exóticos, e as serpentes não venenosas para o Núcleo Regional de Ofiologia e Animais Peçonhentos da Bahia (Noap). Após o período de quarentena, é realizada a soltura do animal em uma área adequada e protegida.

Quem encontrar um animal silvestre em território soteropolitano precisa solicitar a retirada ao Gepa. A população pode acionar a unidade pelo telefone (71) 3202-5312.

Fonte: bahia.ba

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.