Seis pessoas são presas por suspeita de tráfico internacional de animais no Amapá

Macacos, pacas, jacarés e peixes seriam vendidos na Guiana Francesa, diz polícia. Armas e munições foram apreendidas em prisões que ocorreram entre o sábado (23) e o domingo (24).

347
Animais seriam vendidos na Guiana Francesa (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)
Animais seriam vendidos na Guiana Francesa (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)

Seis pessoas foram presas suspeitas de participar de tráfico internacional de animais no município de Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá. As prisões ocorreram entre o sábado (23) e o domingo (24), segundo a Polícia Civil do Amapá, que fez ainda a apreensão de armas de fogo, munições e animais que seriam vendidos na Guiana Francesa.

O delegado Charles Corrêa, explicou que os suspeitos e um adolescente, que foi apreendido, estavam em uma embarcação no Rio Oiapoque e portavam 4 espingardas, 134 munições para espingarda e 30 munições de fuzil. Foram apreendidos também quatro macacos, dois jacarés, duas pacas e várias espécies de peixes.

Polícia fez apreensão de armas de fogo e munições durante preisão de suspeitos (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)
Polícia fez apreensão de armas de fogo e munições durante prisão de suspeitos (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)

“Essas caças iriam ser vendidas na Guiana Francesa, uma área em que ocorre muito o tráfico de animais. Eles foram abatidos no Parque Montanhas do Tumucumaque. E os peixes foram mortos com o uso de explosivos. Um dos suspeitos confessou sobre o procedimento, mas não informou sobre quem teria feito. Temos informações de outros 15 suspeitos que estejam envolvidos”, destacou.

Segundo a polícia, os suspeitos podem responder pelos crimes contra a fauna, porte de arma de fogo e munição sem restrição. O material e o grupo foram encaminhados para a delegacia de polícia na cidade.

Por Jéssica Alves

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.