Sema fecha parceria emergencial com ONG Dignidade Animal e vai pagar alimentação de 160 cães por dois meses em Maringá, PR

Sema fecha parceria emergencial com ONG Dignidade Animal e vai pagar alimentação de 160 cães por dois meses em Maringá, PR

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal (Sema) vai pagar a alimentação de 160 cães por dois meses. Os animais estão sob a responsabilidade da Organização Não Governamental (ONG) Associação Protetora Dignidade Animal, que enfrenta dificuldades.

Na justificativa de ausência de chamamento público assinada pelo secretário de Meio Ambiente, Ederlei Alckamim, consta a argumentação de que a “emergência se justifica pelo fato de a Associação não reunir condições financeiras satisfatórias, onde os animais estão na iminência de sofrer privações, especialmente, quanto à alimentação”.

Também é destacada a argumentação de que os 160 animais foram capturados nas ruas de Maringá pela associação e são mantidos até a adoção, período em que a entidade se torna a responsável pelos cuidados diários e médico-veterinário dos animais.

Assinado na quarta-feira (9/1), o documento tem prazo de cinco dias para ser questionado. Não há previsão na justificativa de ausência de chamamento público do valor que a Sema vai desembolsar para garantir a alimentação dos cachorros.

Alckamim também argumenta que “é de responsabilidade do Poder Público o dever de garantir os direitos fundamentais sociais do meio ambiente equilibrado, onde vale destacar que aqui restam incluídas tanto a proteção dos animais contra as práticas de maus-tratos quanto à saúde pública”.

A Ong Dignidade Animal é uma das entidades que faz o trabalho de recolhimento e proteção dos animais abandonados na cidade. Outras associações que fazem o trabalho são a Pelos Protegidos, Anjos dos Animais, Salvando Vidas e tem a Sociedade Protetora dos Animais de Maringá.

Juntas, as entidades possuem centenas animais para adoção e realizam feiras em vários pontos. Em 2018, segundo a Sema, 570 cães e gatos conseguiram novos lares com 38 edições de feiras realizadas na cidade.

No final do ano de 2018, a Sema informou que pretende realizar 5,5 mil procedimentos de castração no ano de 2019 para garantir o controle populacional e evitar o aumento no número de animais abandonados.

No segundo semestre do ano passado, segundo informações da secretaria, a Diretoria de Bem-Estar Animal fez o atendimento a 130 animais em situação de maus-tratos e atropelados, além disso foram realizados 205 exames laboratoriais e radiográficos e 30 procedimentos cirúrgicos.

Por Murilo Gatti

Fonte: Maringá Post

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.