Serviço de castração gratuita retorna no CCZ em Caraguatatuba, SP – Olhar Animal
1800 amimais devem ser castrados durante o ano inteiro (Divulgação/PMC)

Serviço de castração gratuita retorna no CCZ em Caraguatatuba, SP

O Centro de controle de zoonoses (CCZ) de Caraguá, volta a partir do dia 19 de fevereiro com o serviço de encaminhamentos a castração gratuita. A castração é de cães e gatos, ao todo espera ser castrado 1800 animais durante o ano todo.

Para a realização da castração deverá ser comprovado renda (no mínimo 3 salários mínimos). Ano passado o CCZ encaminhou 2500 animais durante o ano inteiro para castração.

O CCZ atenderá de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h, para os encaminhamentos da castração e para microchipagem. Ao todo serão entregues por dia 20 senhas por dia. Cada pessoa pode levar no máximo 5 animais para realizar a microchipagem e encaminhamento para castração.

Para conseguir o encaminhamento de castração, os interessados devem comparecer ao CCZ com cópia dos documentos: RG, CPF, comprovante de endereço, comprovante de renda. Caso o animal não tenha feito microchipagem o dono deverá levar seu animal para efetuar este procedimento.

A microchipagem é gratuita, em caso de perda, abandono ou roubo animal, se alguém o levar o animal perdido no veterinário ou ao CCZ, consulta se existe o microchip que faz com que o animal seja identificado e devolvido ao dono.

O encaminhamento de castração só é entregue ao dono, após realização de microchipagem. O encaminhamento é feito para uma das 6 clínicas veterinárias participantes do serviço, será escolhida a mais próxima de sua residência

As clínicas participantes são: Clínica Vet Life, no bairro Jardim Primavera; Clínica Inoue, no Jardim Aruan; Clínica Praia Pet, no Sumaré; Clínica Vet Perequê, no Perequê-Mirim; Clínica Vet Massaguaçu, no Capricórnio e a Clínica Praia dos Bichos, no Indaiá.

O Centro de Controle de Zoonoses (CZZ) fica ma Rua Ministro Dilson Funaro, número 115, bairro Jardim Britânia. Telefones: (12) 3887-6085 ou 3887-6888.

Por Juliane Zapparoli

Fonte: Jornal do Litoral

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.