Sessão em Petrópolis (RJ) decidirá sobre comissão que quer fim das charretes

Sessão em Petrópolis (RJ) decidirá sobre comissão que quer fim das charretes

Um plebiscito a partir das 16h desta quarta-feira (22) na Câmara de Vereadores de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, irá decidir sobre a criação de uma comissão especial para discutir a substituição das charretes em passeios turísticos pela cidade. A discussão sobre o tema começou na sessão desta terça (21) e os vereadores não aprovaram a criação da comissão, que existia na gestão passada do legislativo. A ideia foi proposta pela vereadora Gilda Beatriz. Ao todo, foram sete votos contra e seis ausências.

Nesta terça, houve confusão e a sessão foi interrompida várias vezes por grupos de protetores dos animais. Os manifestantes levaram faixas e cartazes pedindo a aprovação da comissão.

“Sou contra a charretes. Quando defendi a substituição foi pensando em oferecer uma nova oportunidade de trabalho aos condutores e suas famílias. Diante dos fatos, o plebiscito, caso a população diga nas urnas que não quer mais as charretes, descarta essa possibilidade. Sou coerente com aquilo que acredito e defendo desde o início do mandato. Não vou desistir, a luta continua”, disse Gilda.

Polêmica antiga

Há anos, o uso de charretes em passeios turísticos na cidade é motivo de polêmica. Os protetores dos animais afirmam que o objetivo não é acabar com o trabalho dos charreteiros, e sim, mudar o meio de tração.

Outro problema frequente é o número de cavalos que ficam debilitados devido ao trabalho nas charretes. Em maio do ano passado, um cavalo que tracionava uma das charretes utilizadas em passeios turísticos caiu no Centro Histórico e quase foi enforcado. A cena foi registrada por pessoas que passavam pelo local e no vídeo é possível ver as rédeas apertando o pescoço do animal. A corda teve que ser arrebentada.

Em 2013, os veterinários do Núcleo de Bem Estar Animal visitaram um abrigo em Petrópolis e exames constataram problemas de saúde em 17 dos 55 cavalos usados nos passeios. A maioria estava com anemia. Os animais passaram por tratamento e receberam doses de vitaminas à base de ferro.

Por R Moreira 

Fonte: A Voz de Petrópolis 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.