Taiwan proíbe testes de cosméticos em animais

544
Taiwan proíbe testes de cosméticos em animais (Foto: Reprodução Internet)

Taiwan aprovou uma legislação que proíbe os testes de cosméticos, tanto dos produtos finais como dos seus ingredientes, em animais. A legislação entrará em vigor em 2019. Com esta medida, o país junta-se à União Europeia, Noruega, Israel, Índia, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Turquia e a vários estados do Brasil, que já decretaram proibições totais ou parciais destes testes.

“Este é um momento para celebrar, agora que Taiwan se junta ao movimento internacional crescente (…) para acabar com a crueldade nos cosméticos no sudeste da Ásia, tornando-se o primeiro país na região a banir os testes de cosméticos em animais”, declarou Claire Mansfield, da campanha #BeCrueltyFree da Humane Society International (HSI).

Joy Liou, da organização Taiwan SPCA, que juntamente com a HSI tiveram um papel decisivo para a aprovação da legislação, felicitou esta medida, salientando que o próximo passo é a proibição da venda de produtos de beleza importados que tenham sido testados em animais. “Testar cosméticos em animais causa-lhes dor e sofrimento para se obterem resultados dos ensaios que nunca se provaram que garantissem a segurança das pessoas e que não representam a ciência moderna”, disse.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.