Animais foram encontrados presos a rede de pesca, em Vitória — Foto: Divulgação/ PMV

Tartarugas e arraias são encontradas mortas em rede de pesca na Baía de Vitória, no ES

Duas tartarugas marinhas, cinco arraias, peixes e caranguejos foram encontrados mortos, presos a uma rede de pesca, próximo à Ilha do Frade, em Vitória, na manhã deste domingo (14). O responsável pela rede não foi identificado.

De acordo com o agente de proteção ambiental da Prefeitura de Vitória, Luciano Assis Oliveira, os animais foram encontrados durante um patrulhamento náutico de rotina. A rede foi encontrada em uma área considerada de proteção ambiental e apreendida.

“Era uma rede de espera. Geralmente, os pescadores armam à noite e deixem de um dia pro outro, ou dois dias, e depois fazem a retirada. Normalmente, fazem isso à noite para não serem flagrados pela fiscalização. Infelizmente, acontece com frequência”, disse.

Nessa modalidade de pesca, onde a rede só é retirada no dia seguinte ou até dois dias depois, animais como as tartarugas ficam presas e não conseguem subir até a superfície para respirar.

“Na pesca com tarrafa, quando você lança, já vai puxar na sequência. Então, se tiver tartaruga, você libera. Mas, a rede de espera – como essa que apreendemos – é armada e fica lá por algum tempo, e não há como soltar esses animais que ficam presos. As tartarugas morrem em cerca de uma hora”, explicou Luciano.

O responsável não foi encontrado. “Se fosse identificado, estaria cometendo crime ambiental por pescar com petrecho proibido por lei municipal e federal”, disse.

Os animais serão encaminhados para o Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (Ipram), onde passarão por exames e biópsia.

Corpos dos animais serão levados para o Ipram, para serem analisados — Foto: Divulgação/ PMV
Corpos dos animais serão levados para o Ipram, para serem analisados — Foto: Divulgação/ PMV

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.