Turista matou 31 estrelas do mar a troco de uma foto e alguma curtidas

Turista matou 31 estrelas-do-mar a troco de uma foto e alguma curtidas

Acostumados a tratar como animais que merecem proteção, apenas aqueles de olhos grandes e peludos, que costumam ficar no aconchego do lar de seu dono apenas esperando para ganhar atenção, muitas pessoas se esquecem que existem muitos outros tipos de animais no mundo, cada um com sua característica específica e habitat.

A crueldade com os animais atualmente é muito combatida, mas, e quando se trata de animais que não são fofinhos, não são peludos e não lambem a sua cara quando você chega em casa?

Um caso que vem ganhando muita atenção nas redes sociais é a história de uma jovem que ao viajar para a praia, achou que seria bonito, ter uma selfie junto a um coração formado por estrelas-do-mar, por fim, essa turista matou 31 estrelas do mar a troco de uma foto e algumas curtidas.

As estrelas-do-mar são criaturas vivas, sim, são animais que possuem brânquias dérmicas em sua superfície e isso lhe proporciona a respiração, uma estrela do mar fora do seu habitat, ou seja, da água, sobrevive entre 3 a 5 minutos antes de ser asfixiada.

Outro caso cruel, é o que acontece na República Dominicana, no passeio à ilha Saona, os turistas podem pagar para moradores tirarem fotos deles segurando estrelas-do-mar.

Como se já não fosse ruim, o ato tornasse pior, isso porque as estrelas-do-mar usadas para a fotografia, são presas durante o dia na água, perdendo assim a sua liberdade, quando o barco com os turistas chegam, e encontrando seu final por puro capricho humano.

Fonte: ELOS

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.