Tutor quebra a pata e fere olhos de cadela com bolinhas de gude em Votuporanga, SP

6405

Uma voluntária protetora dos animais de Votuporanga realizou a busca de uma cadela na tarde deste sábado (09) encontrada em condições precárias de saúde em uma casa no bairro Colinas. Segundo relatos dos protetores, o tutor teria atirado bolinhas de gude com estilingue e ferido gravemente os olhos do animal, além de quebrar uma das patas. Após ferir o olho da cachorrinha, o homem ainda teria jogado limão com sal no ferimento.

A voluntária Sandra Valéria resgatou e encaminhou a cachorrinha para uma clínica veterinária da cidade. Devido ao seu estado de saúde, ela precisou ficar internada e está sendo medicada. Sandra também efetuou um boletim de ocorrência.

Bolinhas de gude e o estilingue foram apreendidos e entregues à polícia. O caso será investigado.

Segundo a Polícia Ambiental de Votuporanga, pessoas que praticam atos desta espécie podem ser multadas em R$3 mil reais e responder pelo crime de maus-tratos aos animais.

Lei

O Art. 32º, da lei LEI Nº 9.605, diz que Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena: detenção, de três meses a um ano, e multa. § 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos. § 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Denuncie

Qualquer pessoa pode denunciar maus-tratos em animais em Votuporanga, ligando para a Polícia Ambiental: (17) 3421-9008 Polícia Militar: 190 ou também na Secretaria de Saúde: (17) 3405-9787.

Fonte: Folha Regional

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.