Uma nova cadeia de supermercados sem carne será aberta na Suíça

685
Uma nova cadeia de supermercados sem carne será aberta na Suíça

Na última década, o cenário dos mercados sofreu uma transformação dramática. Embora hambúrgueres pré-fabricados, sem carne, carnes à base de vegetais e opções sem lactose para leites, iogurtes e sorvetes fossem escassos, graças à crescente demanda de consumidores esses produtos começaram a tomar conta dos corredores dos mercados. As grandes cadeias de supermercados, como Whole Foods, Target e outras, agora possuem refrigeradores e prateleiras inteiras dedicadas às opções à base de vegetais, e em um dos casos, um hambúrguer vegetariano está se infiltrando no corredor de carnes de alguns mercados.

Nesse aspecto, não é de se admirar que também estejamos testemunhando o que parece ser um aumento no número de mercados que focam somente em estoques de opções à base de vegetais. Só na semana passada, uma das maiores empresas atacadistas e varejistas da Suiça, a Coop Cooperative, abriu o primeiro local da sua cadeia vegetariana e vegana de supermercados, a Karma!

Segundo a VegNews, a loja oferecerá opções de leites e carnes à base de vegetais, lançados sob a marca da casa, assim como opções de outras marcas europeias. Além disso, o supermercado terá uma cafeteria, opções “pegue e leve” para alimentos, cosméticos e mais.

A Karma está se juntando a outros mercados completamente veganos e vegetarianos, como o Cruelty Free Shop, o maior mercado vegano do mundo, na Austrália; GreenBay, o primeiro mercado totalmente vegano de Londres; Food Fight!, em Portland, Oregon, assim como Orchard Grocer, Riverdel, e Haymaker’s Corner Store, em Nova Iorque.

Enquanto os mercados no geral estão começando a oferecer mais opções veganas, o aumento no número de mercados totalmente veganos ou vegetarianos é apenas mais um sinal de que o futuro dos alimentos será à base de vegetais!

Por Kat Smith / Tradução de Roberta M. Bordin

Fonte: One Green Planet


Nota do Olhar Animal: A matéria não deixa claro se este mercado é totalmente livre de produtos de origem animal ou conta apenas com opções neste sentido. Lembrando que a produção de laticínios é tão ou mais cruel que a de carne, pois os animais acabam mortos da mesma forma, mas passam a vida sendo torturados. Caso algum internauta venha a conhecê-lo, por favor, informe nos comentários.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.