Uso de coleiras no controle da leishmaniose

Uso de coleiras no controle da leishmaniose

Um estudo publicado neste número das MIOC avaliou a eficácia do uso de coleiras por cães impregnadas com deltametrina a 4% (Scalibor®) como meio para o controle da leishmaniose visceral.

O estudo foi realizado em bairros com alta e baixa transmissão de leishmaniose visceral tanto em Fortaleza (CE) como em Montes Claros (MG). Moscas de flebotomíneos foram capturadas ao longo de 30 meses em quatro bairros com intensa transmissão da leishmaniose visceral.

Os pesquisadores que assinam o estudo observaram uma menor abundância vetorial nas áreas de intervenção. Para saber mais, acesse o link http://ow.ly/ahq930jX8rv

Segundo eles, isso indica um importante efeito de coleiras impregnadas com inseticida como forma de limitar a expansão da transmissão da doença.

Fonte: Facebook / Memórias do Instituto Oswaldo Cruz

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *