Vereadores votam nesta noite possível volta de rodeios e provas de laço em Botucatu, SP

Vereadores votam nesta noite possível volta de rodeios e provas de laço em Botucatu, SP

O projeto de lei nº. 73/2017 que institui a Política de Bem-Estar Animal deve criar polêmica na noite desta segunda-feira, 16. Um velho e conhecido assunto está inserido neste projeto, realização ou não de rodeios e provas de laço em Botucatu.

Uma emenda dos vereadores Ednei Carreira, Paulo Renato e Cula deflagra a retirada da proibição de rodeio, prova de laço, entre outros na cidade de Botucatu. Mas é preciso 6 assinaturas para a Emenda ser aprovada.

A emenda ainda não entrou oficialmente na casa, mas deve ser assinada nesta noite. Além dos vereadores citados, especula-se que outros três vereadores possam assinar, mas ainda não é claro. Segundo informações obtidas pelo Acontece Botucatu, uma reunião foi realizada nesta tarde para alinhar quem assina e pelo menos 5 vereadores não participaram.

Mediante a polêmica na última sessão, o vereador Zé Fernandes pediu a retirada do Projeto da pauta na última segunda, dia 09. O plenário deverá ficar lotado com pessoas favoráveis ou contra.

Atualmente a realização de Rodeios não é permitida em função da Lei Municipal nº 4.904/2008, que proíbe em seu artigo 36 a utilização de sedém em animais. Sedém uma corda confeccionada em lã ou espuma revestida de tecido macio que passada na altura da virilha do animal, com a finalidade de estimulá-lo. É esse ponto que os vereadores autores da emenda querem retirar.

Na última semana o Prefeito Mário Pardini disse publicamente durante inauguração do Castra-móvel que o dispositivo que proíbe essas provas em Botucatu não seria alterado, contrariando vereadores de sua própria base que querem assinar esta emenda. Segundo algumas fontes, uma reunião foi marcada nos últimos dias pelo próprio Prefeito para discutir o fato.

O assunto gera polêmica há muitos anos e a Câmara já foi palco de muitas discussões. Por conta do grande interesse nos projetos em pauta na sessão ordinária, a Câmara informou que o acesso ao prédio acontecerá a partir das 19 horas e será controlado para respeitar a capacidade de lotação máxima permitida nas dependências da Casa.

A sessão será transmitida ao vivo pelo Facebook e site da Câmara, além de TV Câmara canal 61.3 e canal 8 da NET, a partir das 20 horas.

Fonte: Acontece Botucatu

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.