Veterinária alerta que exames de toque podem identificar câncer de mama em cadelas

Veterinária alerta que exames de toque podem identificar câncer de mama em cadelas

Durante o Outubro Rosa, a veterinária Késia Santos também alerta para a prevenção do câncer de mama em cadelas, em Goiânia. Segundo a profissional, os donos podem fazer a prevenção com um teste de toque e levando ao veterinário regularmente. Ela explica como identificar alguma formação estranha no corpo do animal.

Vídeo: Exames podem prevenir câncer de mama em animais, dizem veterinários de Goiás.

“Fazer apalpação em todas as maminhas, com cuidado. Com a mão, movimentando ao redor para observar se não tem nenhum nodulozinho. Às vezes eles são pequenininhos, do tamanho de um grão de arroz”, alertou.

A psicóloga Thaís Castro descobriu câncer de mama na Megui, sua cadelinha, com o toque. Ela estava brincando com ela quando percebeu uma irregularidade e a levou à veterinária.

“Ela colocou as perninhas para cima e nós percebemos uma alteração bem embaixo, na glandulazinha mamária dela. Aí, quando pegamos, vimos que tinha alguma coisa errada”, relatou.
Segundo a psicóloga, a Megui teve um linfoma na mama e precisou passar por 15 sessões de quimioterapia até se curar e voltar a ser totalmente saudável. Segundo Késia, o descobrimento precoce da doença fez diferença na eficácia do tratamento.

Prevenção

Outras formas de prevenir a doença, de acordo com a veterinária, é evitando aplicação de hormônios e realizando a castração do animal após o primeiro cio.

“O acúmulo de progesterona acaba sendo uma carga maior no organismo do animal. Por isso, as vacinas anti-cio, esses hormônios que são aplicados acabam estimulando ainda mais o paciente a ter câncer de mama”, afirmou.

Por Vanessa Martins

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.