Veterinário pede doação de alimentos para tratar de lobo-guará com problemas de saúde no MS

Veterinário pede doação de alimentos para tratar de lobo-guará com problemas de saúde no MS

Nos últimos dias, uma exemplar fêmea de lobo-guará, espécie considerada ameaçada de extinção, foi resgatada pela Polícia Militar Ambiental (PMA) de Batayporã em uma área rural da região devido ao fato de estar com a saúde debilitada. O animal, que está bastante magro e com dificuldades de locomoção precisa da doação de alimentos.Conforme apurado pelo Nova News, a lobo-guará fêmea foi encaminhada para uma clínica veterinária de Nova Andradina, onde foi constatado aumento de volume na região articular de um de seus membros inferiores, o que, provavelmente, resultou na impossibilidade do animal caçar e se alimentar adequadamente.

Exames de sangue sugeriram que ela possa estar com a chamada doença do carrapato. Uma radiografia apontou uma fratura de tíbia em processo de calcificação. Segundo médico veterinário Evandro Trachta, por estar bastante debilitado, o animal ainda não tem condições de ser transportado até o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) em Campo Grande.

Fratura óssea impede que animal possa caçar a se alimentar adequadamente em seu habitat natural. – Imagens: Cedidas / Nova News

Devido ao fato de se tratar de um animal considerado de grande porte, ela tem uma necessidade alimentar considerável, consumindo aproximadamente 1,5 kg de comida por dia, sendo que seus alimentos são frutas, legumes e carne, motivo pelo qual o responsável pelo tratamento pede doações da comunidade para alimentar a paciente até que ela tenha condições se ser transportada para a Capital.

Pessoas interessadas em doar frutas, legumes e carne podem entrar em contato com a Animal Clínica Veterinária, localizada na Rua Sete de Setembro, 1467, telefone (67) 3441-2467, pelo Whatsapp (67) 9 9978-1083 ou via Facebook. 

Por Acácio Gomes

Fonte: Nova News 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.