Maria Creusa vai repsonder pro crime ambiental. Ela foi ouvida e liberada em seguida. Defensores de animais consideram pena branda (Foto: Reprodução/Instagram)

Vídeo flagra mulher matando cachorra a golpes de enxada no PA

Um vídeo feito por celular registra uma mulher desferindo golpes de enxada contra sua cachorra de estimação. Após diversas pauladas, o animal morre. O crime ocorreu em Tracuateua, nordeste do Pará. Na segunda-feira (9), o caso foi registrado na Polícia Civil da cidade e ganhou repercussão nas redes sociais.

Nas imagens, uma mulher, em um quintal, bate no animal, que está preso em uma coleira e por isso não consegue fugir. Ela bate diversas vezes na cadela, que grita de dor. Segundo testemunhas, a cachorra teria comido uma das galinhas criadas pela mulher.

Segundo a Polícia Civil, após denúncia anônima, uma guarnição dirigiu-se ao local e constatou o crime. Maria Creuza foi levada até a delegacia e prestou depoimento. O delegado Thiago M. Diniz, lavrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) no qual a conduta foi enquadrada no Art. 32 § 2º da Lei nº 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais).

Nesse tipo de procedimento, explica o delegado, o autor do fato é ouvido e em seguida liberado para comparecer espontaneamente à presença do juiz, em audiência a ser marcada posteriormente.

“Infelizmente, a legislação penal é muito branda em alguns casos. O cômputo da pena, no seu máximo, sequer chega a dois anos, e, nesse caso, a autora não poderia ficar presa”, explicou delegado.

Repercussão

A ONG Au Family publicou o BO do caso nas redes sociais e protestou contra o que considera impunidade, já que a suspeita prestou depoimento e foi liberada. “A lei é branda, e a punição quase inexistente. A assassina foi conduzida pela PM até a delegacia, onde foi lavrado um TCO e em seguida foi liberada, e está livre para cometer novos crimes contra animais indefesos”, critica.

Maria Creusa vai responder pro crime ambiental. Ela foi ouvida e liberada em seguida. Defensores de animais consideram pena branda (Foto: Reprodução/Instagram)
Maria Creusa vai responder pro crime ambiental. Ela foi ouvida e liberada em seguida. Defensores de animais consideram pena branda (Foto: Reprodução/Instagram)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.