Vídeo mostra cadela sendo agredida em Patos de Minas (MG); animal é resgatado após ordem da Justiça

Vídeo mostra cadela sendo agredida em Patos de Minas (MG); animal é resgatado após ordem da Justiça

Uma cadela foi resgatada nesta quarta-feira (17) em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, após denúncias de maus-tratos recebidas pela Associação de Proteção Animal e Ambiental (ASPAA). Filmagens de câmeras de segurança, que foram cedidas ao G1 pela associação, revelam a agressão.

VÍDEO: Vídeo mostra cadela sendo agredida por tutor em Patos de Minas

De acordo com a presidente da ASPAA, Neicy Milila Barros de Moraes, as imagens que mostram a cadela sendo agredida repetidas vezes pelo seu tutor chegaram até a advogada da entidade na terça-feira (16) que procurou o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

O promotor do Meio Ambiente, José Carlos de Oliveira Campos Júnior, fez o pedido ao juiz da 1ª Vara Criminal, Vinicius de Ávila Leite, que expediu um mandado de busca e apreensão.

Com a ordem judicial, a Polícia Militar (PM) foi até a casa do suspeito e recolheu o animal, que agora está sob cuidados da Aspaa. “Ela estava muito magra, com lesões e muitos problemas na pele. Já levamos no veterinário e fizemos os exames necessários”, contou.

Ainda de acordo com a presidente da entidade, o dono do animal não estava em casa quando a cadela foi recolhida. Segundo ela, a esposa dele teria atendido aos policiais e, em um primeiro momento, mentiu o nome do marido e usou o nome do cunhado. “A mulher disse que ele se entregaria em breve, o que indicou que ele seria foragido da Justiça”, constatou.

O G1 tentou falar com o tutor do animal ou advogado de defesa, mas a associação não soube informar o nome dele e as ligações para o Fórum não foram atendidas devido ao recesso da Semana Santa.

Enquanto o processo segue em andamento, a cadela ficará com a Aspaa até decisão definitiva da Justiça. “Caso continue com a gente, a cadela continuará recebendo os cuidados necessários até procurarmos alguém de bem para adoção”, finalizou.

Por Rodrigo Scapolatempore, G1 Triângulo Mineiro

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.